Uma janela sobre o mundo bíblico

O que é comum nos 4 Evangelhos? Quais relatos, milagres ou palavras de Jesus que os 4 citam?



  • Pergunta de Maria do Socorro de Sousa Trevizan, Piracicaba SP
  • 11254
  • 12/09/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Evangelho | Sinóticos |


Todos os 4 evangelhos têm Jesus como protagonista; eles são uma biografia sobre Jesus. Cada um tem um foco específico, mas o pano de fundo é o mesmo. João é um pouco mais particular e contém muitos elementos próprios, enquanto que os 3 primeiros (Mateus, Marcos e Lucas), chamados Evangelhos Sinóticos, são muito parecidos.

Há uma obra muito famosa que coloca os textos dos 4 evangelhos em sinópsis e mostra a diferença das 4 obras. Trata-se de Synopsis Quattuor Evangeliorum, de Kurt Aland. É uma excelente obra, mas de difícil acesso. Não é simples dar uma lista dos relatos comuns a todos e particulares de cada um dos evangelhos. Experimente verificar alguns instrumentos OnLine, como essa tabela de paralelos nos Evangelhos. É em inglês, mas através das passagens você vai se localizar.

 

Alguns exemplos

Entre os sinóticos, Lucas tem 105 passagens só suas, enquanto que Mateus tem 66 e Marcos 19. Em Lucas encontramos algumas passagens muito significaticas, como as parábolas do Bom Samaritano, dos convidados que não aceitam o convite, do filho pródigo, da ovelha perdida, do rico mau e do pobre Lázaro, do fariseu e do publicano e histórias como a da pecadora arrependida, da conversão de Zaqueu, do bom ladrão e algumas narrações da infância de Cristo.

Em João, invés, temos muitas coisas que não aparecem nos sinóticos: as Bodas de Caná, Nicodemos, a cura na piscina, pão de vida, tudo dos capítulos 7 - 12 de João (bom pastor, ressurreição de Lázaro, unção em Betânia, etc), o novo mandamento (amor); capítulos 14-17; Pilatos declara Jesus inocente; Jesus ressuscitado aparece no Lago da Galileia.

 

Breves características de cada Evangelho

Mateus: foi o primeiro escrito, provavelmente em aramaico. É uma obra de catequese para os judeus, onde prevalece o aspecto dotrinal, predominando as palavras de Jesus, sem deixar de lado os seus atos.

Marcos: evangelho breve, com estilo realístico, com uma narração muito plástica. Apresenta Jesus nos fatos e traz poucos discursos. Gosta de chamar a Jesus de "Filho do Homem" e sublinha os aspectos humanos de Cristo. Ao mesmo tempo não deixa de sublinhar a sua divindade em momentos importantes da sua vida.

Lucas: é uma obra destinada aos não judeus, que se converteram ao cristianismo. Obra escrita por um pesquisador, que não foi apóstolo. Tem um estilo muito mais elaborado do que os dois evangelhos anteriores. A respeito de Jesus, gosta de chamá-lo "Senhor", descrivendo com atenção a sua bondade. Sublinha o papel de Maria e, em geral, dá bastante espaço às mulheres. É um evangelho da alegria e da bondade. Insiste sobre a oração e fala muito sobre o Espírito Santo.

João: foi o último evangelho a ser escrito, há 70 anos da morte de Cristo. Foi escrito provavelmente a cristãos já sólidos na fé. João não segue a ordem dos 3 evangelhos precedentes; é independente. Não repete, em geral, o que já foi dito pelos 3 sinóticos, mas os completa, oferecendo ulteriores detalhes geográficos ou cronológicos. As principais diferenças com os anteriores são: conta menos os milagres (só 7), mas os desenvolve mais - os chama de sinais; não se interessa tanto das palavras e ações de Cristo, mas dos seus significados; concentra-se na pessoa de Jesus, que é a Boa Nova; usa muito o simbolismo: água, sangue, luz, vida...

11254 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook