Uma janela sobre o mundo bíblico

Quais são os nomes dos dois homens que foram crucificados com Jesus.



  • Pergunta de Rosi Rodrigues Ribeiro, Imbé / SC
  • 207009
  • 18/09/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Dimas |


Olá Rosi Rodrigues Ribeiro de Imbé / SC!

A história dos dois ladrões que foram crucificados com Jesus todos nós conhecemos e já ouvimos muitas vezes.

Entretanto na narrativa dos evangelhos o personagem principal da história é o próprio Jesus e quase nenhuma atenção é dada a história destes coadjuvantes que ladeavam Jesus e eram figuras mal vistas pelos judeus, pois eram ladrões e malfeitores.

O nome destes dois personagens que ladeavam Jesus no momento de sua morte não estão citados nos Evangelhos. Coube ao Evangelho de Nicodemos, um livro apócrifo, não oficializado, considerado como não-canônicos pela Igreja Católica, tendo surgido no século III, em seu capítulo 9, verso 5, a identificação dos dois malfeitores como sendo Dimas e Gestas:

 

5 Então Pilatos ordenou que fosse corrido o véu do tribunal onde estavam sentado e disse a Jesus: “Teu povo desmentiu-te como o rei. Por isso decretei que, conforme o antigo costume dos reis piedosos, sejas primeiro flagelado e depois pendurado na cruz no horto onde foste preso. E DIMAS E GESTAS, ambos malfeitores, serão crucificados juntamente contigo”.

Conforme consulta: ZILLES, URBANO, Evangelhos Apócrifos, tradução e introdução de Urbano Zilles, coleção Teologia 1 17, 3 ed. Porto Alegre, EDIPUCRS, 2004, pág.197 -198.

Dimas e Gestas são o bom e o mau ladrão, respectivamente. Eles eram considerados bandidos perigosos, o que explica  crucificação, já que as leis romanas reservava esta punição somente aos grandes criminosos e aos escravos.

A história dos apócrifos do encontro de Dimas e Gestas com a família de Jesus na fuga para o Egito.

Este dois malfeitores, Dimas e Gestas eram ladrões perigosos e atuavam nos desertos de passagem para o Egito. Neste deserto do Negev teriam encontrado Maria, José e Jesus fugindo da perseguição do rei Herodes a caminho do Egito. Na abordagem dos dois ladrões Dimas os protegeu, pois havia um costume de nunca roubar, nem matar, crianças, velhos e mulheres. Assim, Dimas teria dado abrigo a Jesus e seus pais, José e Maria. Na cruz ao lado de Jesus recebeu a recompensa do perdão de suas faltas.

Foto: Jesus crucificado entre os dois ladrões Dimas e Gestas.


207009 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook