Uma janela sobre o mundo bíblico

O meu Pastor está dando um estudo e afirmou que Judas Iscariotes tinha família, isto é, filhos. Disse que na Bíblia há comprovações. Estou tentando achar, porém não obtive sucesso.



  • Pergunta de Adam Brandão Papini, Varginha / MG
  • 10072
  • 25/09/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Para responder a pergunta, fiz uma leitura dos textos que falam de Judas Iscariotes, o que encontrei foi o que segue abaixo:

De antemão já posso dizer-te que nos evangelhos nada encontramos sobre a vida de Judas Iscariotes, ante de se tornar discípulo de Jesus. Não sabemos a região da Palestina do tempo de Jesus que morava e nem que eram seus pais e irmãos.

 

O Novo Testamento e Judas

No Evangelho de Mateus (10,2-5; Mc 3,16-19;Lc 6,13-16) O nome e a escolha dos discípulos de Jesus.

Judas foi um dos discípulos escolhido por Jesus, assim como os outros 11, para compor o grupo dos doze Apóstolos. Recebeu a função de ser o tesoureiro do grupo. É caracterizado como um traidor, um infiel que entregou Jesus às autoridades romanas, as vésperas da paixão, quando Jesus rezava no monte das Oliveiras com os apóstolos Pedro TiagoSobre o Ato da Traição há quatro relatos:

a) O evangelho de Marcos (Mc 14,10-12)

“Judas Iscariotes, um dos Doze, foi aos sumos sacerdotes para entregá-lo a

eles. Ao ouvi-lo, alegraram-se e prometeram dar-lhe dinheiro. E ele procurava

como entrega-lo oportunamente”. (Marcos 14,10-12) Bíblia de Jerusalém

b) Evangelho de Mateus (26,14-15)

“Então um dos Doze, chamado Judas Iscariotes, foi até os sumo sacerdotes e disse: “O que me darão se eu o entregar?” Fixaram-lhe, então, a quantia de trinta moedas de prata. E a partir disso, ele procurava uma oportunidade para entregá-lo” (Mateus 26,14-15) Bíblia de Jerusalém

c) Evangelho de Lucas (Lc 22,3-6)

“Satanás entrou em Judas, chamado Iscariotes, do número dos Doze. Ele foi conferenciar com os sumo sacerdotes e os chefes da guarda sobre o modo de lho entregar. Alegraram-se e combinaram dar-lhe dinheiro. Ele aceitou, e procurava uma oportunidade para entrega-lo a eles, escondido da multidão.” (Lucas 22,3-6) Bíblia de Jerusalém

d) Evangelho de  João (Jo 13,27)

“Depois do pão, entrou nele [Judas] Satanás. Jesus lhe diz: “Faze depressa o

que estás fazendo” (João 13,27) Bíblia de Jerusalém.

e) Beijo de Judas (Lc 22,48, Mc 14,45, Mt 26,49)

A saudação com o beijo no rosto, (no ambiente oriental) era uma prova de amizade profunda, por isso a traição daquela forma foi considerada como abominável.

 

Sobre a morte de Judas há dois relatos :

a) Evangelho de Mateus (27,3-5)

“Então Judas, que o entregara, vendo que Jesus fora condenado, sentiu remorsos e veio devolver aos chefes dos sacerdotes e os anciãos as trinta moedas de prata, dizendo: “Pequei, entregando um sangue inocente”. Mas estes responderam: “Que temos nós com isso? O problema é teu.” Ele, atirando as moedas no Templo, retirou-se e foi enforcar-se‟. (Nateus 27,3-5) Bíblia de Jerusalém

b) Segundo Atos (1,18)

“Ora, este homem [Judas] adquirindo um campo com o salário de um crime, ele caiu por terra  de cabeça para baixo, arrebentou pelo meio, derramaram todas as suas entranhas.” (Atos dos Apóstolos 1,18)  Bíblia de Jerusalém

 

Concluindo:

Depois da leitura dos textos, nada encontramos com referência a vida anterior de Judas antes do chamado de Cristo para ser tesoureiro.

 

Afinal quem foi Judas Iscariotes?

Judas Isariotes foi um personagem bíblico sem história. Encontramos nos evangelhos canônicos, (acima elencamos varias) 15 citações e algumas outras no Atos dos Apóstolos, existindo parcos registros de seu passado antes de conhecer Jesus. Sua história aparece citada com poucas informações, o contrário dos apóstolos Pedro, que era pescador, tinha casa, mulher, sogra etc. ou do cobrador de impostos Mateus encontrado por Jesus em Cafarnaum, a Bíblia não conta de onde ele veio ou como ganhava a vida, alguns comentaristas o julgam que vivia nas cercanias de Jericó e que possuía relativa instrução conhecendo os números e a matemática sendo escolhido como tesoureiro do grupo. Em outras palavras um silêncio que não chega a surpreender. “Pouco se sabe sobre Judas porque os evangelhos não tinham compromisso com a história. Eram apenas textos para orientar os cristãos e passar os ensinamentos de Jesus”, no dizer do Prof. Gabriele Cornelli, doutor em ciências da religião da Universidade Metodista de São Paulo. A orientação oficial que conhecemos a respeito de Judas sempre foi clara o considerou um vilão do grupo dos apóstolos. 

10072 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook