Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual a profissão de Paulo?



  • Pergunta de Igor Peixoto, Embu das Artes / SP
  • 21205
  • 14/10/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Paulo |


 

Olá Igor Peixoto de Embu das Artes / SP

Paulo foi considerado um trabalhador.

Os Atos dos apóstolos confirmam: Atos dos Apóstolos 18,3 diz que Paulo fabricava tendas.

Conhecedor da cultura helênica sabia muito bem que ensinar, ou ser missionário no mundo helênico deveria buscar o seu pelo próprio sustento, isto é, ganhar sua vida com o trabalho de suas próprias mãos. A cultura helênica não aceitava vender o conhecimento. Como Pedro o enviou para evangelizar o mundo Pagão, ele que havia nascido em Tarso e educado segundo esta cultura, não encontrou dificuldades. Ele era um fabricante de tendas, profissão muito comum da época, pois havia interesse em compra por parte do exército romano, das caravanas e dos que transportavam as mercadorias.

Segundo a concepção do judaísmo e o ensinamento de Jesus o missionário deveria receber a paga e o sustento de seu trabalho. Na Palestina do tempo de Jesus assim se pensava.

Aparecem muitas citações nas cartas paulinas e escritos do Novo Testamento que falam do trabalho e profissão do apóstolo Paulo.

Os evangelhos que falam da realidade do tempo de Jesus mostra que os apóstolos, comiam e bebiam daquilo que seus ouvintes doavam. Jesus mesmo falava “comei e bebei daquilo que vos derem”.

Paulo era um evangelizador e trabalhador. Sabemos que era fabricante de Tendas. Coferimos o texto Bíblico de 18, 1:

 

“1 Depois disto Paulo partiu de Atenas e chegou a Corinto. 2 E encontrando um judeu por nome Áqüila, natural do Ponto, que pouco antes viera da Itália, e Priscila, sua mulher (porque Cláudio tinha decretado que todos os judeus saíssem de Roma), foi ter com eles, 3 e, por ser do mesmo ofício, com eles morava, e juntos trabalhavam; pois eram, por ofício, fabricantes de tendas. 4 Ele discutia todos os sábados na sinagoga, e persuadia a judeus e gregos.” (Atos dos Apóstolos 18,1-4) Bíblia Almeida

 

Além disso, algumas passagens das cartas de Paulo deixam entrever que ele continuava com essa profissão mesmo durante o seu ministério:

Atos 20,34: “Vocês mesmos sabem que estas minhas mãos trabalharam para as necessidades minhas e dos que estavam comigo”.

1Coríntios 4,12: “nos cansamos trabalhando com as próprias mãos”.

1Tessalonicenses 2,9: Pois vocês ainda se lembram, irmãos, de nosso trabalho e fadiga. Noite e dia trabalhando para não sermos de peso para nenhum de vocês.

Paulo mesmo afirmava que trabalhava dia e noite, para não ser peso para ninguém. Em Tessalonicenses 3,8:

“ 8nem recebemos de graça o pão que comemos, antes, no esforço e na fadiga, de noite e de dia trabalhamos para não ser pesados a nenhum de vós”. ( tessalonicenses 3,8) Bíblia de Jerusalém

O que sabemos que Paulo só aceitou auxílio dos Filipenses, que os considerava como amigos. Sabemos o acontecido com os  Tessalonicenses que na iminência do final dos tempos, começaram a deixar de trabalhar e ele alerta dizendo, quando ao dia e a hora ninguém sabe, não deixais vossos trabalhos, mas buscai o vosso sustento dignamente.

21205 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook