Uma janela sobre o mundo bíblico

Porque Paulo diz que sangue de bodes e de bezerros não podem perdoar pecados se em Levítico está estipulando o sacrifício para esse fim e dizendo "e seu pecado lhe será perdoado"?



  • Pergunta de Geraldo dos Santos, Joinville / SC
  • 3078
  • 31/10/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Templo |


 Olá Geraldo dos Santos de Joinville / SC!

A resposta a pergunta não é de fácil compreensão. Por este motivo tens dúvidas. Precisaria muito espaço para escrever os detalhes da explicação da pergunta.

Mas em forma resumida podemos assim dizer:

Para Paulo, Cristo que ele se converteu, abriu os seus olhos para uma nova realidade.

Paulo conhecia muito bem todo o sistema do Templo de Jerusalém, tinha sido instruído na Lei na Escola de Gamaliel, era alguém que conhecia em profundidade as normas da religião judaica. Sabia muito bem o significado dos sacrifícios para o perdão dos pecados, realizados em um único lugar no templo de Jerusalém.

Com Cristo cai por terra o sistema do Templo. Ele mesmo se intitula Templo de Deus, ele mesmo tem poder de perdoar os pecados, etc.

Seu sacrifício na Cruz foi realizado uma vez por todas pelos pecados da humanidade. Não há mais razão para existir o Templo de Jerusalém para que ali fossem realizados sacrifícios de desagravo a Deus, pelos pecados e faltas.

Assim é compreensivo, que os sacrifícios praticados no Templo de Jerusalém, com bois, carneiros pombos etc, em relação ao sacrifício de Cristo na Cruz, de nada mais vale. Paulo tem certeza absoluta desta verdade.

 

Imagem: Ofertas para os sacrificios.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem do altar dos sacrificio no Templo de Jerusalém

 

 
 
 
 
 
 
 

3078 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook