Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que Mateus 2,13 fala em "menino" e não em "Filho de Deus"?



  • Pergunta de Edna, Berkeley Heights
  • 1790
  • 21/11/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Jesus |


O versículo que você cita diz assim:

Após sua partida, eis que o Anjo do Senhor manifestou-se em sonho a José e lhe disse: "Levanta-te, toma o menino e sua mãe e foge para o Egito. Fica lá até que eu te avise, porque herodes procurará o menino para o matar".

É uma simples narração e o uso da palavra "menino" parece bem adecuada ao texto. É provável que você questione o 'abuso' do evangelista em se referir a Deus com esse termo tipicamente humano. Mas é provável que é isso mesmo que Mateus quer sublinhar: Cristo, filho de Deus, é verdadeiramente um ser humano: nasceu de Maria, em Belém.

No curso da história houveram muitas discussões sobre a natureza de Cristo. Há quem não tolerava a possibilidade que Deus se fizesse ser humano (monofisismo) e por isso se dizia que ele se tinha fingido de ser humano (docetismo). Outros invés diziam que ele simplesmente um homem com uma missão especial (adocionismo). Invés a teologia, baseada na Bíblia, sempre sublinhou que Cristo é ao mesmo tempo humano e divino, "verdadeiro Deus e verdadeiro homem", como se ensina desde o Concílio de Calcedônia, no século V.

1790 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook