Uma janela sobre o mundo bíblico

Como era o "Dia da Expiação" ou "Yom Kippur"?



  • Pergunta de Max Leandro Campos, Belo Horizonte / MG
  • 21035
  • 21/11/2014
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Festas e comemorações hebraicas |


Olá Max Leandro Campos de Belo Horizonte / MG

Ao falar dia da expiação estamos considerando textos do Antigo Testamento e praticas ligadas ao Judaísmo. Até nos dias de hoje os judeus praticantes tem cerimônias especiais nas sinagogas neste dia.

O que era o dia Expiação no Antigo Testamento?

O conceito da expiação, ligados aos rituais de perdão constitui o assunto principal do Antigo Testamento. Assim existe um vasto vocabulário de Palavras conhecidas como reconciliação, propiciatório, sangue, remissão de pecados e perdão que estão diretamente relacionadas com esse tema.

 

Como acontecia o Dia da Expiação no Templo de Jerusalém no Antigo Testamento.

Lemos no livro do Levítico indicações precisas que falam:  

"Mas o décimo dia do sétimo mês é o Dia da Expiação" (Levítico 23,27). Bíblia de Jerusalém.

Aconteciam sacrifícios diários pelo pecado, mas esse era um dia especial, de santa convocação. Em Levítico 16 fala que o Sumo Sacerdote:

1. se purificaria com água;

2. vestiria suas vestes santas de linho;

3. mataria um novilho para fazer expiação por si e pela sua família;

4. tomaria uma vasilha de brasas do altar e entraria no Santo dos Santos para que a nuvem de incenso cobrisse o propiciatório, que era o lugar da expiação, da propiciação e da reconciliação;

5. sairia, recolheria o sangue do novilho, entraria pela segunda vez no lugar santo com o sangue e o aspergiria sete vezes sobre o propiciatório e diante dele;

“mataria o bode para a oferta pelo pecado, ultrapassaria o véu pela terceira vez e faria com o sangue como tinha feito com o sangue do novilho”;

“faria expiação pelo lugar santo e pelo altar do holocausto”;

"imporia as mãos sobre a cabeça do bode vivo, confessaria os pecados do povo e enviaria o bode para o deserto;”

e" tiraria as vestes de linho, iria lavar-se, poria outra roupa e ofereceria um holocausto por si e pelo povo”.

Esse dia era santo e de grande importância porque os pecados do Povo eram expiados por meio de sangue.

Por Que há a Necessidade da Expiação dos pecados?

Deus como Criador do homem tem o direito de estipular o que é correto para a sua criação, e isso ele fez na forma de leis destinadas para o nosso bem (Deuteronômio 10,13).

O pior que podemos fazer é violar a lei de Deus. Os primeiros seres humanos transgrediram e a culpa deles evidenciou-se pela tentativa de se esconderem de Deus. A justiça exigia uma pena pelo pecado. A pena era a morte, a separação de Deus, manifestada pelo afastamento deles do jardim do Éden (Gênesis 3,8, 24).

O pecado continua até hoje, desde aquele primeiro momento ali. Portanto é uma necessidade de todo homem é ter os pecados expiados, para que receba o perdão dos pecados! 

Imagem do Dia da Expiação:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem do Dia da Expiação:


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem do Dia da Expiação:


21035 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook