Uma janela sobre o mundo bíblico

Sobre o Sábado...



  • Pergunta de Raul, Rio de Janeiro
  • 1614
  • 20/12/2014
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Sábado |


Nosso leitor Raul nos questiona da seguinte maneira:

Em pergunta presente aqui no site a autora  (Luísa Helena) parece ser bem sincera, diante do dilema do sábado, ao perguntar "... o que posso fazer?" Infelizmente, sua pergunta não foi respondida. O autor da resposta apenas diz que os cristãos guardam o domingo. Ainda que a pessoa transfira suas atividades domésticas de domingo para o sábado (guardando o domingo, ao invés do sábado), ela (a pessoa) apenas transfere seu problema de domingo para sábado. O que fazer, então, para resolver esse problema?

________________

A tradição cristã, como já disse na resposta mencionada, transferiu há muito tempo e depois de um processo de discernimento muito elaborado, muitos ensinamentos contidos no valor do Sábado para o domingo. Sei bem que há várias correntes cristãs que tentam restaurar a observância do Sábado, como até hoje fazem os judeus. Todavia precisa também considerar que tais correntes nasceram há pouco tempo (menos de 2 séculos!) e não têm uma continuidade histórica com a reflexão teológica cristã, nascida já em época apostólica, quando os cristãos costumavam reunir-se no domingo para celebrar o mistério da morte e ressurreição de Cristo.

A teologia ensinada pela Bíblia em relação ao sábado continua válida até hoje. Todavia, como ensinou Cristo, não precisamos ser prisioneiros de gestos exteriores, que muitas vezes nos afastam da verdadeira observância. Tudo que tem de bom no ensinamento bíblico sobre o sábado pode muito bem ser observado no Domingo, que a tradição, já desde a época do Novo Testamento, escolheu como dia para celebrar também a memória de Cristo, onde se realiza a nova criação.

Tendo esse pano de fundo, que representa o meu pensamento, partilhado com tantos cristãos pelo mundo afora, é difícil dizer o que fazer para um cristão que quer observar radicalmente os preceitos do judaísmo em relação ao sábado. Infelizmente o ritmo do capitalismo impõe uma vida frenética da qual é impossível escapar. Todavia, é imprescindível criar momentos onde se possa colocar em prática a mensagem cristã que julgarmos ser a verdadeira. Talvez, na sociedade de hoje não seja possível fazer tudo o que queremos, mas tenho certeza que cada um consegue encontrar um modo para realizar, mesmo que de maneira parcial, as próprias convicções.

1614 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook