Uma janela sobre o mundo bíblico

Por 4 vezes os Evangelhos descrevem o Espírito Santo em forma de pomba (Mateus 3,16; Marcos 1,10; Lucas 3,22; João 1,32), tanto que atualmente o Espírito Santo é frequentemente representado pela imagem de um pomba. Entretanto, em uma escola bíblica, o padre palestrante disse que trata-se de uma interpretação errônea. O que os originais queriam dizer é que o Espírito Santo desceu “como uma pomba”, “com a suavidade de uma pomba” e não no formato de pomba. Qual é o consenso entre os biblistas?



  • Pergunta de Paulo Roberto Favero, Ponta Grossa
  • 5373
  • 14/01/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Espírito Santo | Simbolismo | Pomba


Os 4 textos que você cita, no grego, literalmente dizem "como pomba". Mateus usa "osei peristeran" e as outras três passagens "ōs peristeran". Ambas as conjunções têm significado de "como". Sob esse ponto de vista o padre tem razão e o significado pode ser aquele acenado por ele. Todavia, sabemos bem que nós precisamos de representações que nos ligam ao divino. Faz parte da natureza humana. É por isso que o símbolo tradicional usado para o Espírito Santo é a pomba, pois sugerida pela própria Bíblia. Por outro lado é importante essa riflexão, pois nos lembra que trata-se apenas de uma representação e não contém em si todo o significado.

Na mesma ótica teríamos que ler os símbolos usados em Atos dos Apóstolos 2, na narração do Pentecostes, da descida do Espírito Santo sobre os discípulos de Cristo, depois da ressurreição. Ali se fala de "vento impetuoso" e "linguas como de fogo". São imagens que tentam traduzir uma realidade transcendente, que o ser humano não consegue descrever na sua plenitude. Mas não é o fato de ser transcendente que impede que falemos dessas realidades.

 

A Pomba no Antigo Testamento

Para alargar a nossa compreensão desse símbolo, poderíamos partir do Antigo Testamento, onde a pomba aparece sob diversas nuances simbólicas. Lembramos primeiro de tudo a história de Noé, do dilúvio (Gênesis 8); é a pomba que traz o ramo de oliveira, mostrando assim o fim do dilúvio e o início de um tempo de paz entre Deus e os homens. Esse fato poderia ser ligado com a narração da criação, onde se diz que “o Espírito pairava sobre as águas”. Em Oseias 7,11 Israel é comparado a uma pomba ingênua e no Salmo 68 uma pomba com penas douradas é símbolo de Israel. Em Cântico dos Cânticos (5,2 e 6,9) o pastor apaixonado chama a sua Sulamita de “minha pomba”. Além disso o nome do profeta Jonas também está ligado a esse animal. De fato o nome hebraico Yohnah significa “pombo”.

Dessa breve retrospectiva derivam algumas características desse símbolo, principalmente paz e amor. Podemos acrescentar também a beleza, que objetivamente impressiona quando admiramos esse passarinho. Essas particularidades podem muito bem ter influenciado a escolha desse símbolo para caracterizar o Espírito Santo.

5373 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook