Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que alguns trechos da bíblia está a palavra no original e depois o significado, e não apenas a tradução como em todo o resto? Exemplo: Marcos 5,41 e 15,34



  • Pergunta de Lucas Bernardes, Rio de Janeiro
  • 3643
  • 14/01/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Traduções da Bíblia |


Em Marcos 5,41 temos:

Tomando a mão da criança disse-lhe: "talítha kum" - o que significa: "menina, eu te digo, levanta-te".

Nesse caso a frase "talítha kum" é aramaico, a língua falada por Jesus. O evangelho, invés, foi escrito em grego e o autor deixou essa expressão conforme a fala de Cristo. Para ter certeza que seus leitores gregos entendessem a frase, Marcos a traduziu também em grego.

Em Marcos 15,34:

E, à hora nona, Jesus deu um grande grito dizento: "Eloi, Eloi, lemá sabachtháni" que, traduzido, signfica: "Deus meu, Deus meu, por que me abandonaste?"

O mesmo acontece aqui. Marcos, escrevendo sempre em grego, coloca no texto uma frase literal em aramaico, mas como não tem certeza que todos entendem, a traduz.

Trata-se de um recurso literário que provavelmente sublinha a vontade do autor de dar importância à frase. Vemos esse uso em muitos escritos modernos e até mesmo nos jornais que lemos. Por exemplo, nas crônicas de hoje poderíamos ler algo assim:

O mundo inteiro repete a frase "je suis charlie", que significa "eu sou Charlie".

Nesse caso, inventado, o jornalista podia muito bem ter querido repetir literalmente uma frase que o mundo inteiro tem usado nesses dias, mas ao mesmo tempo, não certo do conhecimento do francês por parte dos seus leitores, resolveu dar também a tradução. Algo parecido acontece em algumas passagens bíblicas.

3643 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook