Uma janela sobre o mundo bíblico

A Bíblia fala sobre duas mulheres que ungiram os pés de Jesus, uma diz que é pecadora e outra que é irma de Lazaro. Essas duas passagens falam da mesma mulher?



  • Pergunta de Ana Lúcia , Paripiranga/ba
  • 61835
  • 02/03/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Unção |


Certamente estamos diante de duas unções diferentes:

Mateus 26,6-13 (também em Marcos 14,3-9): Na casa de Simão, em Betânia, uma mulher com um recipiente cheio de "perfume precioso" derrama o conteúdo sobre a cabeça de Jesus, enquanto estava à mesa. Alguns discípulos protestam pelo desperdício de um bem assim precioso, que poderia saciar pobres. Invés Jesus defende a ação da mulher

Lucas 7,36-50: Jesus estava na casa de um fariseu e se aproximou uma pecadora, com um recipiente com perfumes. Ela banhava os pés de Jesus com as lágrimas, os enxugava com os cabelos e os ungia com o perfume. Os que estavam com Jesus o julgavam por que deixava uma pecadora estar próxima dele. Mas Jesus também nesse caso louva a ação da mulher e finalmente diz a ela: "teus pecados são perdoados".

João 12,1-8: Jesus vai a um jantar, onde Marta servia e Lázaro era um dos convidados. Maria invés, tomou um recipiente de perfume, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os cabelos. Também aqui se nota a preciosidade do perfume e dizem - Judas! - que é desperdício, que podia ser usado para ajudar os pobres.

A passagem de Lucas, da pecadora é diferente da outra unção. Uma pecadora, tema muito presente em Lucas, se aproxima de Jesus e transmite amor para com Cristo, provocando escândalo para os que convidavam Jesus. A mulher pecadora não diz nada, mas apesar disso está no centro da cena. E Jesus se deixa amar. A mulher exprime um amor sincero e cheio de reconhecimento, que está em profundo contraste com as outras pessoas que estão em volta de Cristo. E Jesus reconhece esse amor e perdoa a mulher pecadora, mesmo sem ela ter pedido.

Nas três outras passagens se fala da unção feita por Maria. Mesmo se em Mateus e Marcos a unção é da cabeça e em João são os pés a serem ungidos, trata-se do mesmo episódio. É provável que João sofreu alguma influência do episódio contado por Lucas, mas são fatos diversos. A unção de João está intimamente ligada à morte de Cristo, pois é lembrada a morte de Lázaro e também que se entra na semana da páscoa, quando Jesus vai morrer.

61835 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook