Uma janela sobre o mundo bíblico

Conforme Êxodo 25,1-7, foi o povo de Israel que deu o material necessário para construir o tabernáculo. Como foi possível conseguir tanta coisa preciosa se eles tinham sido escravos no Egito por mais de 430 anos?



  • Pergunta de João Paulo, Samambaia DF
  • 5581
  • 18/03/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Historicidade | História de Israel | Êxodo


Para ler os textos bíblicos precisamos entender que foram escritos muito tempo depois que os fatos aconteceram. Os capítulos 25 - 31 do livro do Êxodo são ditos de tradição sacerdotal, isto é, escritos por gente ligada ao culto no Templo. Há quem diz que teriam sido escrito cerca de 700 anos depois que os fatos aconteceram. Sabemos bem que em Israel a tradição oral é algo muito marcado, mas é impossível pensar que quem escreveu essas histórias, mesmo tendo um background da tradição oral, dos fatos acontecidos no deserto, não tenha sido influenciado pela realidade em que vivia. Isto é, certamente quem escreveu sobre a Tenda, a Arca, elementos típicos da pelegrinação pelo deserto do povo saído do Egito, tinha em mente os desenvolvimentos do culto no decorrer da história de Israel.

Usando um exemplo, para esclarecer o que tentei dizer acima, diria que é como se hoje alguém sentasse e tentasse escrever sobre a descoberta do Brasil, mais de 500 anos depois que o fato aconteceu. Quem escreve não sabe bem como as coisas aconteceram e é provável que vai colocar elementos não tão fiéis aos fatos em si.

Êxodo 25 - 31

Esses capítulos do segundo livro da Bíblia são um pouco chatos para ler, pois falam da construção do santuário de Israel e dos seus ministros. Descreve detalhes dos arredamentos, dos móveis, dos altares e das coisas usadas para o culto. Fala também dos sacrifícios oferecidos e das pessoas que trabalhavam no santuário. Conclui com o repouso sabático.

Toda essa descrição supõe uma prática do culto muito estabelecida, muito clara e eficaz. É provável que isso não acontecia enquanto o povo estava caminhando pelo deserto. É mais razoável pensar tal situação apenas a partir da Reforma de Josias, ou ao menos depois da construção do templo por parte de Salomão.

De qualquer forma, ambientando essas características do culto na época do êxodo, ligando-o a ordens dadas por Deus a Moisés, o autor pretende sublinhar o caráter divindo das instituições religiosas de Israel, principalmente do seu culto praticado no Templo.

5581 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook