Uma janela sobre o mundo bíblico

Deus escolheu o povo judeu como seus servos e todas as leis foram feitas para eles, hoje nos estamos no tempo da aliança feita com Jesus, não temos nada com a lei dos judeus, no Novo Testamento pede-se oferta voluntaria, não dízimo que era obrigatório, e não tem nada a ver conosco,.porque as igrejas insistem nisso, será que não conhecem a Bíblia.



  • Pergunta de Iara Andrade, Antonina
  • 4862
  • 12/04/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Dízimo |


 Olá Iara Andrade de Antonina / PR!

Li com atenção a sua pergunta que argumenta sobre o dízimo. Na pergunta existe muito de verdade, e muitas vezes as Igrejas nos dias de hoje exageram nesta questão.

O assunto é controverso passando pelas mais diferentes compreensões sobre o dízimo. A sua argumentação a respeito do dízimo no Antigo Testamento, é verdadeira. Quanto aos 10 % como oferta do dízimo sobre os bens acumulados com o trabalho, como oferta a Deus, para serem mantidos o culto, o sistema religioso do Templo relatados  nos seus escritos do Antigo Testamento é até compreensível, pois neste dizimo estavam incluídos o sustento do sistema governamental ou político. O Rei, sua casa, o exercito funcionários, etc...)

Nos dias de hoje querer continuar cobrando 10%, seria por demais pesado para as famílias. O dízimo deve existir, como oferta a Deus na manutenção do seu serviço. Penso que não seria o caso de precisar 10 % do que ganham os membros da igreja.

O que é preciso é ter bom senso, e fazer com que o dízimo, ajude as pessoas se aproximarem de Deus e ofertar o dízimo a Igreja que pertencem.

Num pais como o nosso onde existem pobreza e miséria, falta de condições de vida digna, nossas comunidades deveriam ser um exemplo na busca e solução das necessidades das pessoas, melhorando as condições de vida e sobrevivência.

Não se nega o dízimo nem para Deus e nem para a Igreja, mas sempre segundo os critérios que Jesus nos propõe. Uma oferta segundo a real possibilidade de cada um. Reforço o ensinamento de Jesus gravado em nossas mentes da oferta da viúva e tantos outros que Jesus nos deixou e nos orientam...

4862 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook