Uma janela sobre o mundo bíblico

Onde estava Deus, quando Jesus crucificado disse: "Deus meu Deus meu, por que me desamparastes"?



  • Pergunta de Ruy Santana dos Santos, Feira de Santana / Bahia
  • 5078
  • 29/06/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Jesus |


Olá Ruy Santana dos Santos de Feira de Santana / BA!

A pergunta que fazes, a respeito do lugar de Deus nesta passagem, mostra o tipo de leitura         que estas fazendo da Bíblia. Até poderás ler o texto ao pé da letra. Entender a palavra nua e crua, sem se preocupar com o contexto em que envolve. Entretanto este tipo de leitura trás para pessoa muitas dificuldades e perguntas sem respostas. Sabemos que muitas pessoas utilizam este tipo de leitura. O diálogo se torna difícil e a compreensão mais ainda.

 

Querendo entender esta passagem de Mateus

Sabemos que Mateus escreve em Jerusalém para judeus, conhecedores do judaísmo e da Tora. Assim em Mateus encontramos muitíssimas frases e passagens do Antigo Testamento, encaixadas no texto do evangelho, para ajudar a compreensão da comunidade. É o caso desta passagem em Mateus 27,46:

“46 Lá pela hora, Jesus deu um grande grito “Eli. Eli, lama sabachtani”, isto é: Deus, meu , Deus meu porque me abandonaste? (Mateus 27,46) Bíblia de Jerusalém.

Entretanto no livro do Salmos, o número 22 descrevendo o sofrimento e esperança do justo tem escrito o mesmo pensamento:

“2Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?”(Salmo 22, 2) Bíblia de Jerusalém.

O Salmo 22 fala da lamentação e das orações dirigidas a Deus de um perseguido que era inocente terminando em uma oração de ação de graças pela libertação do sofrimento alcançado.

Este Salmo é também considerado um salmo messiânico, cujo início do salmo Jesus pronunciou no patíbulo da cruz e os evangelistas descreveram nos episódios da Paixão de Jesus.

 

Entendendo o versículo 46 de Mateus

O sofrimento de Jesus é real, mas não denuncia um caminho de desespero e falta de confiança em Deus. Esta queixa de Jesus é toma da escritura sagrada, do livro do Salmo, 22 considerada uma oração a Deus e no Salmo pode se entender que o sofredor tem um certeza jubilosa do triunfo final. Assim não imaginamos que Deus desapareceu do cenário, mas é uma súplica de Jesus em forma de oração e petição com a esperança que Deus está com ele e o libertará.

5078 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook