Uma janela sobre o mundo bíblico

Sabemos que a bíblia tem várias traduções. Qual é a mais parecida com o original?



  • Pergunta de Edilania, Natal
  • 27122
  • 08/07/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Traduções da Bíblia |


A Bíblia foi escrita em Hebraico, grego e poucos pedaços em aramaico. Nós não conseguimos ler nessas línguas e, por isso, precisamos das traduções, principalmente em português. Já antes de Cristo, o Antigo Testamento havia sido traduzido para o grego. É a tradução feita por 70 escritas, conhecida por isso com o nome de Setenta ou Septuaginta. Depois de Cristo, até o final da Idade Média, predominou o latim, com a famosa tradução de Jerônimo, dita Vulgata, que na igreja católica foi usada até há pouco tempo. Embora Lutero tenha promovido a tradução da Bíblia nas línguas locais, só no século XX se difundiram de forma exponensial as traduções da Bíblia.

Em português há muitas traduções. A mais famosa foi feita há vários séculos por Almeida. No início eram traduções de tradução, isto é, se tomava um texto em uma língua conhecida, por exemplo a Vulgata em latim, e se vertia para o português. Hoje em dia, os tradutores têm acesso aos textos originais (edições críticas dos textos) e traduzem diretamente do hebraico, aramaico e grego.

Antigamente existiam dúvidas sobre a capacidade dos tradutores a respeito do conhecimento das línguas bíblicas. Mas hoje em dia existem pessoas muito capacitadas e é difícil que alguém que conheça pouco as línguas bíblicas seja chamado por uma editora para traduzir a Bíblia. As traduções de hoje são feitas por pessoas competentes, com muito boa formação técnica. Isso acontece tanto em campo protestante quanto católico.

 

A melhor tradução

Não posso dizer qual é a melhor, pois se trata de uma questão subjetiva, quase de costume. Eu uso a Bíblia de Jerusalém e, quando surge alguma dúvida consulto os textos originais. Há outras versões consideradas muito boas: Vozes, Tradução Ecumênica da Bíblia, Nova Tradução na Linguagem de Hoje.

Todas essas versões, e ainda outras, foram feitas com muito trabalho, revisadas, pensadas...

Um ditado diz: "um tradutor é um traidor". É claro que isso não é bem verdade, mas chama a atenção para um aspecto de toda tradução. Ninguém pode verter um texto sem ser influenciado pela própria cultura, pelas próprias ideias. Não existe, em português, uma bíblia 100% conforme o original. Existe sempre um texto que o tradutor quis fosse o mais próximo possível do original. Hoje em dia, todos procuram essa meta.

 

Um conselho fundamental

Se você está para comprar uma Bíblia, procure saber quando foi feita a tradução, qual a equipe que trabalhou nela. Isso está indicado na apresentação do volume. Se não tem nada indicado, fique desconfiado. Além disso, sirva-se de uma bíblia com certo aparato crítico, com notas, com introduções, com anexos. São instrumentos muito úteis para a leitura. O estudo ajuda a perceber melhor a mensagem divina.

27122 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook