Uma janela sobre o mundo bíblico

Eu creio o que escandaliza a igreja não é uma tatuagem, um brinco ou um pircing, mas sim a maneira como os pastores no púlpito pregam doutrinas e não a Palavra. Condenam as suas ovelhas, mas não as ensinam a verdadeira Palavra e quando descem do púlpito cometem adultério, roubam a igreja...



  • Pergunta de Sonia, Londrina PR
  • 11452
  • 10/09/2011
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Comportamento - regras e costumes | Marcos


Olá Sonia! (Londrina PR)

Poderíamos responder de muitas formas a tua pergunta, mas também não quero que a resposta seja moralista. Uma resposta assim é muito fácil de ser dada. Uma resposta compreensível deveria buscar inspiração na própria palavra de Jesus que esta nos evangelhos.

 

Texto do evangelho para ilustrar

Escolho o texto conhecido nosso, mas muito significativo. É aquele que está no evangelho de Marcos 7,14-23:

14

E chamando a si outra vez a multidão, disse-lhes: Ouvi-me vós todos, e entendei.

15

Nada há fora do homem que, entrando nele, possa contaminá-lo; mas o que sai do homem, isso é que o contamina.

18

....Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar,

19

porque não lhe entra no coração, mas no ventre, e é lançado fora? Assim declarou puros todos os alimentos.

20

E prosseguiu: O que sai do homem , isso é que o contamina.

21

Pois é do interior, do coração dos homens, que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios,

22

a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez;

23

todas estas más coisas procedem de dentro e contaminam o homem.

 

Iluminando o texto:

A palavra de Jesus tem tudo haver com a tua pergunta: Sinceramente não é o externo que escandaliza: uma tatuagem, homem com cabelo comprido, ou um pircing. Mas o que de fato escandaliza é o que brota do coração da pessoa:

 

“Pois é do interior, do coração dos homens, que procedem os maus pensamentos, as prostituições, os furtos, os homicídios, os adultérios,

a cobiça, as maldades, o dolo, a libertinagem, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a insensatez;”.

Muitos pregadores da palavra de Deus usam do púlpito para querer moralizar a Comunidade, o chamado discurso moralista, que está longe do ensinamento de Jesus, e depois de seu bonito discurso, praticam o mal que brota do interior do coração as impropriedades que Jesus fala.

Sabemos que não é o jeito pobre de vestir, ou uma tatuagem ou percing que torna o homem orgulhoso e vaidoso. Mas este mal brota do coração humano e de seus pensamentos. Tudo o que deixamos crescer dentro de nós será o que irá motivar as nossas ações. O coração do homem e da mulher poderá ser a fonte de bênção poderosa ou de maldição.

 

A fonte do mal praticado:

O mal praticado, pensado pelo ser humano não entra pela boca, mas se forma e cresce no coração do homem. A origem do mal é o pensamento do homem. Se não estivermos preocupados em alimentar nossos pensamentos com coisas sadias e agradáveis a Deus iremos transformar as nossas ações com a marca do mal do desentendimento e não seremos aquilo que Jesus nos pede.

Uma reflexão aqui se impõe:

Cabe a cada um de nós fazer uma reflexão de como está o nosso coração e nossos pensamentos para que possamos perceber se estamos sendo banhados (as) pela água fonte que traz vida em abundância, isto é, o Espírito Santo, ou pela sujeira do esgoto interior do qual só sai maldade e desamor.

 

Concluindo:

O ensinamento de Jesus é claro. Ele entra em conflito direto com os fariseus, estudiosos da lei e da palavra de Deus, mas que na verdade não praticavam. Os fariseus colocavam a pratica da lei nos ombros das outras pessoas. Tudo devemos fazer para que não sejamos fariseus nesta vida, conhecedores profundos da palavra, até anunciadores, mas que na vida real somos especialistas em fazer que os outros pratiquem os ensinamentos de Jesus e a nossa vida esteja longe destes ensinamentos. Finalizando peçamos a Deus que não tenhamos discursos moralistas. Condenando o exterior das pessoas e depois levando uma vida distante da prática do evangelho de Jesus.

11452 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook