Uma janela sobre o mundo bíblico

A Igreja passará pela grande tribulação ou vai ser arrebatada antes?



  • Pergunta de Edi Soares de Almeida, Varzea paulista S P
  • 1970
  • 01/08/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Apocalipse |


Eu não gosto muito desse termo, pois penso que condensa um significado limitado dos textos bíblicos sobre os quais se baseia. Mas sei bem que é um dos eixos centrais sobre o qual se movem muitas igrejas.

Tradicionalmente, na história da igreja, se falou dos "últimos tempos", do "fim do mundo", do "juízo final", o "dia do Senhor". Todas essas expressões, sem aprofundar muito, poderiam ser tomadas como sinônimos de "grande tribulação".

A tribulação, como entendida por algumas igrejas, é um período de 7 anos, onde reina uma falsa paz, inspirada, na verdadae, pelo anticristo.

 

Alguns textos bíblicos

Um das principais passagens mencionadas para fundamentar essa teologia se encontra em Daniel 9,27:

Ele confirmará uma aliança com uitos durante uma semana; e pelo tempo de meia semana fará cessar o sacrifíco e a oblação. E sobre a nave do Templo estará a obominação da desolação até o fim, até o termo fixado para o desolador.

Isaías 26,20-21: Eia, povo meu, entra nos teus aposentos e fecha tuas portas sobre ti; esconde-te por um pouco de tempo , até que a cólera tenha passado. Porque Iahweh está para sair do seu domiciílio, a fim de punir o crime dos habitantes da terra; e a terra descobrirá seus crimes de sangue, ela não continuará a esconder seus cadáveres.

Sofonias 1,15-16: Um dia de ira, aquele dia! Dia de ang[ustia e de tribulação, dia de devastação e de destruição, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de negurme, dia da trombeta e do grito de guerra contra as cidades fortificadas e contra as ameias elevadas.

Mateus 24,29: Logo após a tribulação daqueles dias, o sol escurecerá, a lua não dará a sua claridade, as estrelas cairão do céu e os poderes dos céus serão abalados. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem e todas as tribos da terra beterão no peito e verão o Filho do Homem vindo sobre as nuvens do céu com poder e grande glória.

Poderíamos também acrescentar textos do Apocalipse, principalmente nos capítulos 14 e 15, que falam de Deus que manda os seus anjos com pragas para "descarregar" a sua ira sobre a terra.

 

Como interpretar esses textos?

São textos, quase todos inspirados por uma linguagem bem conhecida dos estudiosos bíblicos, isto é, a apocalíptica. Trata-se de uma corrente literária que usa uma linguagem particular, nascida principalmente em contexto de perseguição. Com essa linguagem, aparentemente terrível, revela uma mensagem muito rica, uma mensagem de esperança. E principalmente nesse ponto nasce a minha perplexidade em relação a certas teologias que vigem em muitas igrejas atuais. O dia do Senhor ou, se quisermos, a grande tribulação não é algo terrível, mas algo que deve encher de esperança o cristão: é o momento em que Deus julga o mundo, o rende conforme a sua vontade, realiza a grande transformação. É quando todo desastre vem sanado, toda injustiça superada... É um momento de alegria para aqueles que fazem a vontade de Deus, de preocupação e necessidade de conversão para aqueles que não souberam acolhê-la.

Textos apocalípticos precisam ser interpretados com muito cuidado, com muita consciência de sua complexidade e nunca de forma literal e tão pouco isolados do contexto em que nasceram.

 

Quando será o dia da tribulação?

Ninguém sabe! Penso que acontece sempre, hoje para alguns e amanhã para outros. Não há um momento comum para todos. Não precisa ter medo, pois o mundo não vai acabar. Vai ter um fim, no sentido que tem uma meta (fim de finalidade) a ser alcançada. E essa meta a ser alcançada é diferente em cada momento, para cada um. Nunca temos que pensar que daqui a 10 anos vai acontecer um período de terremoto, de catástrofes, de coisas espetaculares que marcam o início da "grande tribulação". Talvez hoje, vivendo uma grande injustiça, você está passando por esse momento de tribulação e a mensagem da Bíblia é que Deus há de reverter tudo isso, há de vir a justiça promovida por Deus, que lhe dará paz e sossego e confirmará a existência da vontade divina.

1970 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook