Uma janela sobre o mundo bíblico

O que significa em Mt 7,6 "não deis aos cães o que é santo"?



  • Pergunta de Sonia Regina , Esmeralda / RS
  • 13959
  • 30/08/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Mateus |


 Olá Sonia Regina de Esmeralda / RS!

Como entender o capítulo 7,6 de Mateus:

"não deis aos cães o que é santo, nem atireis as vossas pérolas aos porcos, para que não pisem e, voltando-se contra vós estraçalhem.” (Mateus 7,6) Bíblia de Jerusalém.

Este versículo "não deis aos cães o que é santo" esta repetindo uma prescrição da lei que se encontra no livro do Êxodo 29,33:

“...nenhum profano comerá (as carnes do sacrifício) disso porque são coisas sagradas” (Êxodo 29,33) Bíblia de Jerusalém.

Se entende aqui na comparação que Jesus faz com o texto fora do evangelho (do livro do Êxodo) alertando para que os discípulos usem da prudência quando estão difundindo o evangelho os mistérios do Reino de Deus. Alguns comentaristas identificam a palavra cães os pagãos (esse fato aparece em outras narrativas) e porcos com os maus cristãos. Neste caso particular, a comparação com cães ou porcos é simplesmente para indicar a falta de capacidade intelectiva de muitas pessoas para aceitar o ensinamento novo de Jesus frente ao ensinamento dos fariseus.

Em outras palavras Jesus se direciona aos discípulos e apóstolos dizendo claramente que não se deve expor as doutrinas divinas e o evangelho aos que desprezam e profanam, aos homens indignos, aos inimigos ferrenhos contra a doutrina, obstinados aos vícios e que não estão preparados para entender. Seria um trabalho inútil, poderá causar maior ódio ainda aos que ouvem e perseguição inconseqüente aos evangelizadores.

Consulta:

LEAL, Juan e outros, La Sagrada Escritura, Evangelhos I, BAC Madrid 1964, pág. 77-78

LANCELOTTI, Angelo, O evangelho da Igreja, segundo Mateus, coleção O evangelho hoje , vol III, edição portuguesa de Ludovico Garmus, Editora Vozes, Petrópolis. Pág.52

13959 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook