Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber qual a altitude de Betânia em relação a Jerusalém, as temperaturas das estações e qual a agricultura mais praticada em Betânia.



  • Pergunta de Carlos Eduardo Vieira da Silva, Itapetininga / SP
  • 3385
  • 31/08/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Betânia |


Olá Carlos Eduardo Vieira da Silva Itapetininga / SP!

Altitude de Betânia.

A altitude de Jerusalém está 760 metros do nível do mar e 1145 metros acima do nível do mar Morto. Entre o mar morto e Jerusalém se percorre uma estrada de aproximadamente 30 km, hoje esta cortada pelo muro de separação entre palestina e Israel dificultando a passagem. A cidade de Betânia esta no alto do monte das Oliveiras são mais o menos 150 metros de subida  desde Jerusalém totalizando 900 metros. Afirmo isto, pois morei em Bethfagé (Jerusalém árabe) nos últimos 6 meses de estudo em Jerusalém 1992)  percorrendo a pé o trajeto em uma descida íngreme até Jerusalém cortando o Monte das Oliveiras, sem seguir a estrada normal. De Bethfagé se podia naquela época seguir ainda por 1,5 km, até Betânia. Hoje impossível por causa do muro de separação, sabemos que Betânia esta em território Palestino.

Temperaturas reinantes em Betânia:

  • Mês de dezembro (inverno): 6° C – 12° C (raras vezes cai neve, mas é possível)
  • Março (primavera): 8° C 16° C
  • Julho (verão): 18° C 28° C
  • Setembro (outono): 18° C 27° C

Qual a agricultura em Betânia

Perguntas pela agricultura, praticamente não existe por causa da situação atual. Percorri varias vezes a pé durante a década de 90 indo a Betânia, cortando o monte das Oliveiras ou pela rodovia, mesmo caminhando no deserto nos arredores de Jerusalém. Pouco se vê, de agricultura, muitas pedras e terra desértica e plantações de Oliveira que resistem ao clima árido.

A economia Palestinense bem como a cidade de Betânia e em torno sofre muito com o estado quase permanente de guerra na região desde a criação do Estado de Israel em 1948. A destruição gerada pelos conflitos inviabilizou o crescimento econômico desta região vizinha de Jerusalém, apenas 6 Km de distância. A pobreza e o desemprego são altos. A construção do muro de separação que dividiu a região prejudicou muito, já que boa parte da população depende de emprego em Jerusalém. A locomoção e as permissões de trabalho se tornaram um entrave muito grande. Israel prefere um trabalhador que vem das Filipinas ou da Tailândia, do que um trabalhador arabe que estão em guerra.

Muitos dos Palestinos moradores de Betânia sobrevivem através de empregos em Israel como lixeiros, serventes nas construções e outras ocupações rejeitadas pelos israelenses.

O setor produtivo mais expressivo na Palestina é o relacionado à produção de alimentos.

Em Betânia existe um agravante que é a porta de entrada do deserto da Judéia, existe a cidade que cresceu em torno do Santuário da ressurreição de Lázaro e no mais algumas famílias que busca recursos na agricultura, sofrendo a presença do deserto.

A economia é dependente da ajuda financeira externa. Existe projeto de muitas ONGS que ajudam ao povo Palestino. A violência e a construção do muro prejudicaram o turismo religioso, que é uma área da economia de grande potencial. Muito moradores de Betânia vivem deste turismo e da vida de artesanato que eles mesmos fabricam, em especial pequenos objetos e imagens feitas da madeira da Oliveira.

Uma parcela muito restrita tenta viver da agricultura, que depende da água, muito escassa e cara. Existem plantações de Oliveiras e em algumas propriedade  insistem na produção de hortigranjeiro. (Tomates, pimentões, cenouras, etc)

Fonte de Consulta:

  • STORME, ALBERTO, Betania, Tradotto dal francese da Maria Teresa Petrozzi, Franciscan Printing Press, 3ª edizione riveduta, Jerusalém, 1992.
  • HOAD, EUGENE, Guide to the Holy Land, 11ª edição, Franciscan Printing Press, Jerusalem, 1982
  • LEXIKON FUR THEOLOGIE UND KIRCHE, verbete Jerusalem, 5 ª  Band, Verlag Herder Freiburg, 1960,  pág.900ss.

3385 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook