Uma janela sobre o mundo bíblico

Em Atos dos Apóstolos fala de uma mulher chamada Lidia. Gostaria de saber mais sobre a sua vida.



  • Pergunta de Inês Aparecida Teixeira, Londrina / PR
  • 64250
  • 04/09/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Olá Inês Aparecida Teixeira de Londrina / PR! A sua pergunta completa:

Em Atos dos Apóstolos no capítulo 16,11- 15 fala de uma mulher chamada Lidia vendedora de púrpura, temente a Deus que abriu seu coração para ouvir os ensinamentos de Paulo. Gostaria de saber se ela parece em outros veiculo bíblicos com mais detalhes do seu ministério feminino? Saber mais sobre a vida de Lidia

 

Paulo e o ministério das mulheres

Embora encontramos muitos textos que não falam nada bem de Paulo em relação as mulheres, a verdade é bem diversa. Paulo não discriminou, deu abertura para o trabalho feminino, e teve muitas colaboradoras e até diaconisas.

Nas viagens de Paulo pela Síria, Chipre, Ásia Menor, Macedônia e Grécia, Itália acontecem resultando de sua pregação muitas conversões em particular de mulheres. Os Atos dos Apóstolos, falam em detalhes destas conversões. Várias passagens de conversões femininas e também masculinas: em Éfeso, Priscila e Áquila (1corintios 16,19) e Lídia (Atos 16,13-15); em Roma, Epêneto e Maria (Romanos 16,5); em Laodicéia, Ninfa (Colossenses 4,15).

 

A sua pergunta é a respeito de Lidia

Lídia era moradora de Filipos na Grécia uma comerciante de produtos de luxo, roupa com a coloração de púrpura, tinha autonomia própria vinda de seu trabalho, autoridade material e espiritual, podendo exercer, em sua casa, a hospitalidade, fundamental neste trabalho missionário realizado por Paulo e seus missionários. Ela acolheu Paulo em sua casa e também aceitou o batismo junto com toda sua família

 

Quem era a família de Lídia?

Lidia era originaria de Tiatira, vendedora de púrpura, e servia a Deus. Tendo sido convertida em Filipos pela pregação de Paulo, (At 16,14-40). É possível que Lídia tivesse outro nome, e que por ser negociante muito conhecida recebeu o nome de negócio (a Lídia – nome da província), sendo o seu verdadeiro nome desconhecido.

A sua história está na Bíblia em poucas palavras, e encontramos somente em Atos dos Apóstolos. Nada mais. A Bíblia não fala dos membros da família de Lídia, não diz se ela era solteira ou viúva, e nem fala do marido. A sua família em Filipos seria formada de parentes, também de escravos ou servos, pois possuía um negócio que envolvia trabalho, ou tintura dos tecidos. De qualquer forma, Lídia foi pronta a transmitir às pessoas que moravam com ela a sua nova fé e as coisas que havia aprendido, todos foram batizados.

 

Só Atos dos Apóstolos fala de Lidia

Lídia foi a primeira pessoa da comunidade de Filipos que aceitou a mensagem do evangelho anunciada por Paulo e que se batizou, aceitando a salvação dada por Jesus Cristo (conforme Atos dos Apóstolos 16,12-15). Ela foi uma liderança importante na comunidade porque toda a casa de Lídia também se batiza. Quando há uma referência a toda a casa de uma personagem, há uma abrangência não apenas aos que moravam com ela, mas também aos que trabalhavam junto, ou seja, todo o seu círculo de relações. A casa de Lídia foi fundamental para o estabelecimento da comunidade cristã em Filipos. É o lugar que vai hospedar Paulo e seu companheiro e depois tornar-se a casa de encontro dos cristãos, nessa comunidade. É nela onde Paulo e Silas encontram os irmãos, que já estavam no caminho de vida cristã, depois que saem da prisão (conforme. Atos dos Apóstolos 16, 40). Lídia antes de se batizar era do grupo dos chamados temente a Deus, ou seja, era piedosa, venerava o Senhor Deus, como o único e verdadeiro Deus, embora não fosse israelita

 

Qual foi o ministério feminino de Lídia na comunidade de Felipos?

A casa de Lídia localizada em Felipos passa a ser o lugar onde a comunidade cristã se reúne para continuar a manter sua ligação com o anúncio de Paulo e Silas. Embora, na carta ao Filipenses, Paulo não faça nenhuma referência a ela, o fato é que no início foi ela, Lídia, que reunida com um grupo de mulheres, ouviu o anúncio de Paulo e Silas, aceitou a mensagem e se batizou e depois toda a sua casa.

Depois de algum tempo Paulo teve que partir, para o anuncio do evangelho de Jesus e o surgimento de novas comunidades. Mas Paulo ali deixou uma comunidade organizada eles  reuniam-se na casa de Lídia, a vendedora de púrpura. Muitas pessoas adoradoras de Deuses estranhos se converteram ao Deus Vivo, se batizaram e junto com Lídia foram espalhando o Evangelho em toda a Europa.

64250 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook