Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber o que a Bíblia nos ensina sobre estilo de músicas tocadas nas igrejas, por exemplo, o pagode.



  • Pergunta de Daniel Moreira, São Vicente
  • 1696
  • 02/10/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Música | Liturgia |


A música, na Bíblia, está intimamente ligada ao louvor ao Senhor. Isso é muito evidente principalmente nos Salmos:

Cantai ao Senhor um cântico novo, tocai com arte na hora da ovação (Salmos 33,2); É bom celebrar a Iahweh e tocar ao teu nome, ó Altíssimo (...) com a lira de dez cordas e a cítara, e as vigrações da harpa (Salmos 92,2-3); Louvai a Iahweh, pois é bom cantar ao nosso Deus (Salmos 147,1);  Louvem o nome de Iahweh com danças, toquem para ele a cítara e tambor! (Salmos 49,3).

Sob essa perspectiva, poderíamos dizer que o canto e a música nos colocam em harmonia com Deus.

Como você pode ter observado, os instrumentos mencionados na Bíblia não tem a ver com os nossos de hoje. É difícil encontrar a harpa numa igreja hoje em dia. Todavia, no período bíblico era um dos instrumentos comuns. Hoje temos outros, mas a música têm a mesma índole. Talvez no futuro surgirão outras expressões musicais e elas também servirão para louvar a Deus. No tempo bíblico não existia o pagode, coisa recente e limitada a certas regiões. Portanto, obviamente, a Bíblia não fala diretamente do pagode, assim como também não diz nada sobre o sertanejo ou o rock. Mas fala em geral da música, vista de forma muito positiva.

É claro que nem todo o estilo de música condiz com o modo de ser das pessoas. Tem, por exemplo, quem não suporta rock. Nesse caso, certamente esse estilo de música não será de ajuda para uma eventual sintonia com o divino. Todavia, outro grupo de pessoas pode se identificar com o rock e considerar nele algo de divino.

Abaixo coloco dois vídeos, com exemplos de canto na liturgia. O primeiro é um exemplo do tradicional Canto Gregoriano e o segundo uma animação litúrgica moderna.

Canto gregoriano

Grupo de Pagode da Igreja o Brasil para Cristo de Ituiutaba

1696 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook