Uma janela sobre o mundo bíblico

Queria saber por que Deus permitiu aos demônios entrar nos porcos. Era por que o donos dos porcos não eram dizimistas?



  • Pergunta de Tatiane da Silva , Guarulhos
  • 3803
  • 11/10/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Dízimo | Porcos |


Tatiane o milagre da expulsão dos demônios em Gerasa, como contato pelos 3 evangelhos sinóticos (Mateus 8 e Marcos 5 e Lucas 8), não tem nada a ver com dízimo. E se alguém fez essa ligação entrou por uma estrada completamente errada ao interpretar a Palavra de Deus.

Há dois elementos que devem chamar a nossa atenção nessa narração e os detalhes não servem a nada, pois a mensagem se concentra nos dois elementos centrais: porcos e demônios (Legião). Os detalhes servem apenas como elementos da narração que ajudam a transmitir a mensagem principal.

Os porcos assinalam que Jesus está em terra estrangeira, em terra de pagãos, "do outro lado do lago da Galiléia". Os judeus não cuidavam de porcos. Portanto, se Lucas apresenta um lugar com porcos, está sublinhando que o lugar é onde estão os pagãos. Ora, até mesmo os pagãos acolhem a mensagem de Cristo e mesmo os que cuidavam dos porcos saem correndo para contar aos outros habitantes do lugar os prodígios que Cristo realizava. Portanto, a mensagem de Cristo sai dos confins do povo judeu e abraça também os pagãos. Esse é uma questão muito importante para a comunidade nascente, embora hoje não nos damos conta do problema. Lucas diz que Cristo veio também para os pagãos e não só para os judeus.

Homem possesso de demônios: Mateus fala de 2 endemoniados, Marcos fala de um e Lucas diz que eram muitos, uma legião. Dessas incongruências já fica claro que não precisamos ficar presos à letra, mas é fundamental procurar pela essência. O demônio reconhece a identidade de quem se aproxiam dele: "Que queres de mim, Jesus, filho do Deus Altíssimo"? Pouco antes, pessoas importantes tinham rejeitado o seu ensinamento. Se até mesmo o mal, que divide, que luta contra a vontade divina reconhece o seu poder, como é que nós não o reconhecemos?

3803 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook