Uma janela sobre o mundo bíblico

Quem representam os pastores de Belém?



  • Pergunta de Antônio Marcos Chaga, Cariacica - ES
  • 4957
  • 22/10/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Belém |


 Olá Antônio Marcos Chagas -  Cariacica - ES!

Para responder sua pergunta olhemos o texto de Lucas 2 que nos fala dos pastores de Belém:

“Havia, naquela mesma região,pastores que viviam nos campos e guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite. E um anjo do Senhor desceu onde eles estavam, e a glória do Senhor brilhou ao redor deles; e ficaram tomados de grande temor. O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura. E, subitamente, apareceu com o anjo uma multidão da milícia celestial, louvando a Deus e dizendo: Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem” (Lucas 2,8-14) Bíblia Almeida.

Quem representam estes “pastores que viviam nos campos” (Lc 2,8).

Representam todas as pessoas que acolhem a Jesus como seu Salvador, que o reconhecem como Senhor da vida, assemelhando-se aos Pastores de Belém. Estes foram escolhidos por Deus para serem os primeiros a receberem a notícia do nascimento de Jesus. Deus neste momento da história da salvação dos homens prefere escolher um grupo de pobres pastores que à noite cuidam dos rebanhos no campo para se comunicar. Assim, as primeiras pessoas neste mundo a ouvirem as boas novas da chegada do Filho de Deus foram estes humildes pastores

Foram escolhidos os pastores de ovelhas desprezados pelo judaísmo por serem impuros, para serem os primeiros a receberem o anuncio da chegada de Jesus. Os fariseus caracterizava os pastores como ladrões, enganadores e pecadores. Eles eram desconsiderados porque desconheciam a lei, não praticavam e nem mesmo podiam serem testemunhas em um tribunal. Não possuíam direitos civis. Um ditado popular rabínico dizia: “Nenhuma classe no mundo é tão desprezível quanto a classe dos pastores.”

Na noite do nascimento de Jesus os pastores, depois de mais um dia de trabalho árduo continuavam vigiavam o rebanho.

Eles representam hoje todos os que de coração humilde e despojado se aproximam do Deus menino e o reconhecem como Salvador. Esta é a grande novidade do nascimento de Jesus. Neste novo jeito de chegar até a humanidade entendemos para quem Jesus nasceu, e o que Jesus veio anunciar.

4957 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook