Uma janela sobre o mundo bíblico

Deus pede para honrar pai e mãe mas também diz: quem não deixar pai, mãe, irmãos... não é digno de mim. Como associar isso?



  • Pergunta de Davi Moraes, Natal, RN
  • 15112
  • 30/10/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Família |


Realmente é uma situação que faz pensar a muitos que leem a Bíblia. Nós não temos problemas em aceitar o preceito, que perpassa toda a Bíblia, do respeito pela família, do respeito pelos pais e a necessidade de ter uma família unida. Pois sabemos bem que uma família unida é um princípio que nos faz viver bem e garante à sociedade uma segurança. E, além de tudo, honrar pai e mãe é um dos mandamentos da Lei de Deus.

Por outro lado, como você menciona, nos deparamos com Jesus que diz:

Aquele que ama pai ou mãe mais do que a mim não é digno de mim. E aquele que ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim. Aquele que não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim. Aquele que acha a sua vida, a perderá, ma s quem perde sua vida por causa de mim, a achará (Mateus 10,37-39).

Acredito que a segunda parte desse texto já nos deixa claro que chave de leitura temos que ter quando o interpretamos. Além da segunda parte, devemos ver o contexto mais amplo, isto é, estamos em pleno discurso apostólico de Cristo; Jesus está falando da missão dos discípulos. Sempre que lemos a Bíblia, não está correto estrapolar uma frase do seu contexto. Inserir as sentenças bíblicas dentro do próprio contexto é um método sempre necessário na interpretação da Palavra de Deus.

Nesse discurso apostólico, que abraça todo o capítulo 10 de Mateus, Jesus fala da missão dos 12 apóstolos. Sublinha que serão perseguidos e os admoesta para que falem abertamente, sem medo. Acena também às divisões que a missão pode causar.

Diante dessa situação, é exigido do discípulo uma entrega total, um abraçar a Deus com todas suas forças. E isso serve também em relação à família. Ele não está dizendo para renunciar à família, mas para colocar a mensagem divina ao centro. Essa mensagem divina, estando no centro, vai iluminar também a família. Na prática, o princípio de tudo é a Palavra de Deus, que difunde sua luz e dá sentido às realidades humanas; também à família!

Portanto, é importante ter presente que na nossa missão de cristão o cerne é Jesus. Poderíamos resumir dizendo que Cristo está afirmando: ama a Deus e faz o que quiseres! De fato, pode alguém, que ama a Deus sobre todas as coisas, não amar a própria família? Quem não ama a própria família, diante dos princípios bíblicos, encontra-se em uma situação que precisa ser sanada.

15112 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook