Uma janela sobre o mundo bíblico

Lendo e relendo a Bíblia percebi que apresenta muitas formas de alcançarmos o céu, como por exemplo: obedecer os 10 mandamentos, ajudar a viúva e o órfão, dar água e comida a quem tem fome e sede. Concordo com todas, mas ao mesmo tempo me pergunto qual o correto a seguir. Sei também que o único caminho é Jesus, então como devemos proceder?



  • Pergunta de Angela Cristina, São José do Cedro
  • 1243
  • 08/11/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Discípulo |


Acho que a sua pergunta traduz uma consciência cristã muito grande e demonstra um importante caminho já feito. Poderíamos aproveitar a oportunidade para propor um desafio, não só a você, mas a todos nós, cristãos.

Lendo a sua interrogação, logo me veio em mente o encontro de Jesus com o jovem rico, citado pelos três evangelhos sinóticos (Mateus 19:16-30, Marcos 10:17-31 e Lucas 18:18-30). Se aproxima de Cristo um jovem e pergunta: "que fazer de bom para ter a vida eterna". A resposta de Jesus foi um convite à observância dos mandamentos. Diante disso, o jovem rebate que esses preceitos ele observa e acrescenta: "que me falta ainda?" E a resposta de Jesus: "Se queres ser perfeito, vai, vende o que possuis e dá aos pobres e terás um tesouro nos céus. Depois, vem e segue-me".

Propondo esse texto, não estou querendo que você venda seus bens e siga a Cristo. Tal escolha pode ser plausível apenas em poucos casos. Creio que a mensagem fundamental do texto é nos mostrar que a vida cristã se abre sempre para alguma coisa de novo. Para quem está começando, seguir os mandamentos é algo fundamental, mas não o é mais para quem já fez um percurso. É necessário crescer na prática cristã. A vida do discípulo sempre exige novos desafios, um passo ulterior, uma decisão nova. Se já não lhe basta seguir os mandamentos, é necessário dar um salto adiante, fazer algo novo, sem abandonar a observância dos mandamentos.

1243 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook