Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que Paulo disse que ele não era nada se ele era o templo do Espírito Santo? É certo as pessoas dizerem que são lixo?



  • Pergunta de Jucelia Brati da Silveira, Joinville - SC
  • 2846
  • 15/11/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Paulo |


Olá Jucelia Brati da Silveira de Joinville - SC!

Para responder seria melhor se colocasse o texto bíblico, para ser levado em consideração na resposta.

Passo a responder a partir da carta aos Gálatas 3,8ss, que fala das duas justiças a que vem da Lei e a que vem de Deus.

Paulo o convertido a pessoa de Jesus Cristo, por ele deixa tudo. Paulo deixa sua tradição judaica e seus costumes e práticas, sua posição social de fariseu, educado em Jerusalém pelo mestre Gamaliel conhecedor e praticante da Lei, para viver a justiça que vem de Deus, não mais a justiça da Lei. Este é o ponto nevrálgico.

A partir de sua conversão tudo aquilo que havia adquirido no judaísmo se tornou lixo, ele mesmo diz em Gálatas 3,8:

“8Mais ainda tudo eu considero perda pela excelência do conhecimento de Jesus Cristo, meu Senhor Por ele, eu perdi tudo e tudo tenho como esterco, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo a justiça da Lei, mas a justiça que vem de Deus, apoiada na fé,” (Gálatas 3,8) Bíblia de Jerusalém.

Pelo texto bíblico de Gálatas, a questão de Paulo falar de lixo, nada tem a ver como sua pessoa, mas com aquilo que agora ele deixa para trás (a vida deixada passa ser lixo) em troca pela excelência que é o ensinamento de Jesus Cristo. Nos tornamos templo do Espírito Santo na medida que aceitamos e vivemos os ensinamentos de Jesus.

2846 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook