Uma janela sobre o mundo bíblico

Havia muitas copias dos livros do Velho Testamento no tempo de Jesus? Pois o etíope, eunuco, estava lendo o livro de Isaías!



  • Pergunta de Vilmar Antônio, Cotia - SP
  • 1615
  • 27/11/2015
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Bíblia |


 Olá Vilmar Antônio de Cotia - SP!

A formação do texto do Antigo Testamento, é um estudo que nos empolga muito na busca de conhecimentos. Tem uma história muito grande de formação, de descobertas e de curiosidades, se assim podemos dizer.

De fato o livro dos Atos dos Apóstolos, fala que o Etíope estava lendo o livro do profeta Isaías.

Possuir um escrito sagrado envolvia muito dinheiro, diz o texto que o Etíope era alto funcionário, fato que justifica possuir um texto da escritura para uso particular. Sabemos como eram feitos os livros naquela época. Começando pelo material vindo do couro do carneiro curtido, ou ainda de uma material mais frágil o papiro do Egito.

Uma pessoa especializada na escrita, passava dias, meses, escrevendo letra por letra do alfabeto hebraico formando as frases e os livros. Um trabalho, cansativo e envolvente. Por este motivo os altos custo.

Os Livros do Antigo Testamento na época de Jesus.

Na época de Jesus os rolos da lei, assim chamados os livros da Bíblia estavam nas Sinagogas localizadas nas comunidades judaicas afastadas de Jerusalém que se reuniam no sábado para ler a lei e ouvir as explicações. Os responsáveis pelas sinagogas usavam a chamada ALAKA, que era em outras palavras a explicação de como caminhar segundo a lei de Deus escrita nas escrituras.

A fragilidade do material.

Estes textos sagrados por estarem escritos em pergaminhos (couro de ovelhas, curtido) ou papiros tinha uma vida útil muito curta. Quando começavam a rasgar e tornarem-se ilegíveis, eram queimados e enterrados na GENIZA. A Sinagoga adquiria um novo rolo da lei para ser usado na sinagoga e o antigo texto desapareciam. Por este motivo hoje não temos textos originais da Bíblia.

Jesus na Sinagoga de Nazaré. (Lc 4,16-22)

16Chegando a Nazaré, onde fora criado; entrou na sinagoga no dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.

17Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías; e abrindo-o, achou o lugar em que estava escrito:

18O Espírito do Senhor está sobre mim, porquanto me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos, e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos,

19e para proclamar o ano aceitável do Senhor.

20E fechando o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele.

21Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta escritura aos vossos ouvidos.

22E todos lhe davam testemunho, e se admiravam das palavras de graça que saíam da sua boca; e diziam: Este não é filho de José? (Lucas 4,16-22) Bíblia Almeida

A descoberta de Qunran.

Nas grutas de Qunran, as margens do Mar Morto no ano de 1947, foi descoberta a maior biblioteca de escritos do Antigo Testamento. Praticamente todos os livros. Além disto os arqueólogos concluíram que esta comunidade possuía um grupo de membros que se dedicavam a escrita da palavra de Deus nos pergaminhos. Os arqueólogos além de encontram os pergaminhos, encontraram a sala da biblioteca, com as mesas especiais para o trabalho de escrita, os tinteiros e penas de escrever. Se pode hoje apreciar todas estas descobertas no Museu do livro na área do Museu de Israel em Jerusalém. E algumas peças deste material, como mesas, tinteiros etc, no Museu Rochenfeller em Jerusalém.

Concluindo:Encontramos exemplares dos rolos da Lei, nas Sinagogas espalhadas pela Palestina do tempo de Jesus e nas comunidades de Judeus da Diáspora, espalhadas pelo Império Romano.

Por exemplo se calcula que em Alexandria, no Egito havia perto de 1 milhão de descendentes Judeus. (Conforme, LAPPLE, ALFRED, Bíblia, interpretação atualizada e catequese, vol.1, o Antigo Testamento 1, Paulinas São Paulo 1980, pág.47.)

Consulta:

ZEV VILNAY, Guia de Israel, 4 edição para idioma español de La Semana Publishing Co, Jerusalém, Israel, 1980.

1615 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook