Uma janela sobre o mundo bíblico

Comportamento inadequado depois do Batismo no Espírito Santo



  • Pergunta de Maria Aparecida de Souza, Contagem
  • 4392
  • 02/12/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Batismo |


Coloco aqui embaixo a longa descrição de uma situação particular experimentada por nossa leitora Maria Aparecida. Abaixo faço algumas reflexões.

Ainda não encontrei uma resposta que me esclareça acerca do batismo com o Espírito Santo. E para que possam me entender e entender minha dúvida, vou ser o mais clara possível. Ultimamente tenho observado que jovens e adolescentes, que foram batizados com o Espirito Santo, transformaram-se, ou seja, cada dia que passa estão fazendo coisas que não faziam antes do batismo. Tem jovens que estão se prostituindo, moças perdendo a virgindade com ímpios; estão fora de comunhão. E, nesse período, estão aprontando horrores. Andam com roupas escandalosas e ainda postam fotos com roupas que nada lembram que ela é uma moça ou mulher cristã. Não estou entendo o que esta acontecendo: ao invés de se aproximarem mais de Deus, buscar dons, querem ser usados; invés de buscar renovação, estão desviando cada um no seu próprio caminho. E isso é o que mais me preocupa. Jamais tinha vista algo assim acontecer dentro de uma igreja, que pessoas que tanto buscaram o batismo com Espirito Santo, após recebê-lo, caíram no mundo e, nem de longe, vê-se neles o desejo de mudança, de melhora, de arrependimento. Como disse, estão aprontando mais ainda e eu estou sem entender isso. Não aconteceu com um ou dois, mas sim com todos que foram batizados. Cantam em conjuntos, em grupos de louvor, regem crianças, enfim... Do lado de fora da igreja não tem e não dão testemunho, fazem coisas que nem filhos de impio estão fazendo. Confesso que questionei a Deus sobre o que está acontecendo, que Ele não é Deus de confusão, mas tudo está uma confusão visivel e vergonhosa. E lhe pedi perdão por perguntar se realmente eles foram batizados com o Espirito Santo Dele. Se isso for uma blasfemia contra o Espirito Santo, então já estou no inferno, mas não compreendo e não consigo entender o que está acontecendo. E gostaria que me ajudassem a entender essa situação. O batismo com o Espirito Santo pode ter uma reação negativa na vida do crente que não está preparado para recebê-lo?

Primeiro de tudo, gostaria de lhe dizer que a sua reflexão é muito sincera e de modo nenhum vai contra Deus; não é algo que ofende o Espírito Santo, mas uma tentativa sã, fruto da sua fé, de buscar respostas para o que está ao seu redor. Essa atitude condiz com o ser cristão, que deve ser crítico e ter uma íntima relação com Deus. Um exemplo desse tipo poderíamos ver no personagem Jó, do Antigo Testamento.

 

O Batismo no Espírito Santo

É uma expressão usada normalmente em contexto evangélico ou carismático e define a experiência através da qual o fiel abraça definitivamente a fé em Cristo, depois de um percurso, tornando-se assim uma nova criatura. Muitas vezes o batismo no espírito significa também a presença de dons particulares, como o falar em línguas.

Talvez seja uma consequência da experiência do batismo pregado por João Batista, como contado na Bíblia. Ele dizia: eu batizo com água, mas depois de mim virá um que batizará com o Espírito Santo, com o fogo. Essa explicação no contexto do Batista tem a ver com a afirmação da diferença entre João e Jesus: o primeiro não é o Cristo esperado, mas é Jesus o messias. No fundo não se fala de dois batismos, mas se afirma que a plenitude está em Cristo.

 

A conversão depois do Batismo

O fato de abraçar a fé, independente das passagens que isso significa (para cada igreja as etapas podem mudar), significa a urgência de uma mudança de vida, de uma conversão. Não podemos seguir a Cristo e continuar vivendo uma vida onde não se pratique os valores evangélicos, aqueles transmitidos pela mensagem de Cristo. É claro que o juízo sobre as ações singulares é muito relativo. Para muitos, recordando a sua colocação, pode ser que tocar numa banda não há nada de anti-cristão. Do mesmo modo, vestir-se com os parâmetros modernos poderia também não ser um testemunho anti-cristão. Apesar dessa relativação, há, sem dúvidas, elementos que devem marcar a vida de um cristão convertido, que abraçou a fé, tais como amor ao próximo, bontade, vontade de perdoar, caridade, etc.

Infelizmente não podemos imaginar que o batismo seja como uma magia, que o Espírito tome conta de nós como se fôssemos possuídos. Deus nos deixa livres e a escolha que fazemos hoje não vale para toda a vida, pois podemos muito bem mudar de ideia. Deus nos abraça sempre, desde que aceitamos ser abraçados por ele. Portanto a conversão não acontece uma vez para sempre, no batismo. Ela precisa ser renovada todo dia.

4392 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook