Uma janela sobre o mundo bíblico

Com a abertura de muitas igrejas evangélicas, não corre mais rápido para o fim do mundo, conforme diz em Mateus 24,14?



  • Pergunta de Daniel dos Santos, Rondonópolis, MT
  • 1838
  • 05/12/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Escatologia | Apocalipse |


Eu acredito que ninguém quer que chegue o fim do mundo, não é verdade? E tenho certeza que também Deus não o quer, pois afinal o criou para que pudesse dispensar seus dons. Por isso, podemos ficar tranquilos que não está chegando o fim do mundo.

É claro que então é obrigatório explicar do que está falando Mateus 24,14: "E então virá o fim".

 

Apocalipse de Mateus

Como falei há poucos dias, respondendo a outro leitor, Mateus 24 é dito "Apocalipse de Mateus". Trata-se de uma passagem caracterizada pelo estilo literário apocalíptico, muito em voga em certos ambientes na época de Cristo. Esse estilo aparece em outras páginas dos evangelhos, mas o vemos principalmente no livro de Daniel, do Antigo Testamento, e sobretudo no último livro bíblico, dito Apocalipse ou Revelação. De fato, a palavra "apocalipse" deriva do grego e significa exatamente "revelação".

Essa explicação etimológica já dá alguma pista de interpretação. A linguagem misteriosa usada nesses textos revela. Usada no sentido religioso, revela quem é Deus: ele está próximo de momentos críticos, é consolação e âncora para pessoas perseguidas, que sofrem em situações de desastres, em ocasiões trágicas, como pode ter sido, por exemplo, os momentos de perseguição romana para os primeiros cristãos, que se viam impossibilitados de exercer a própria fé. É nesse contexto que Deus aparece, muitas vezes sobre uma nuvem, da sua morada, e afirma a sua potência, dando segurança a quem nele crê, condenando quem não faz sua vontade.

As catastrofes sempre existiram e continuarão a existir, mas não é o fim. É apenas um momento de crise que leva a uma nova vida.

 

O fim

O versículo que você cita diz:

E este Evangelho do Reino será proclamado no mundo inteiro, como testamento para todas as nações. E então virá o fim.

O primeiro passo que temos que dar é entender bem o que significa "evangelho". Estamos acostumados a chamar de "evangelho" os 4 livros do Novo Testamento que contam a vida de Cristo. Todavia, em si, significa "Boa Nova" e era um termo usado mesmo antes que existissem os 4 livros. Em si significa a mensagem de Cristo, caracterizada pela sua pregação que culmina na sua morte e ressurreição. Mateus deseja que essa mensagem chegue a todos. E não basta "chegar", mas deve se tornar o testamento, isto é, algo muito importante, tão fundamental a ponto de ser até mesmo considerado no momento tão delicato quanto é a morte, quando são lembradas apenas as coisas que contam. Se isso acontecesse, então chegou o "fim".

O segundo passo é entender essa palavra. E aqui é fundamental irmos ao grego. O termo usado é "telos" e "fim" provavelmente não é a melhor tradução. De fato, o seu significado é "meta", "objetivo", "realização". Não significa de jeito nenhum "fim de um período". Para exprimir esse conceito, em grego, invés, se usa "teleute".

Tendo isso em mente, fica claro que Mateus está dizendo que quando o Evangelho, a mensagem de Cristo, estiver presente como coisa fundamental na vida das pessoas então o plano de Deus se realiza, chega ao seu fim, à sua meta, à sua realização.

1838 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook