Uma janela sobre o mundo bíblico

Aonde está escrito que não se pode acrescentar e nem tirar parte da Bíblia?



  • Pergunta de Givanildo Vieira, Pindamonhangaba
  • 1518
  • 09/12/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Bíblia | Leitura popular da Bíblia |


A clássica passagem citada para dar uma resposta direta a sua pergunta é Apocalipse 22,18-19:

A todo o que ouve as palavras da profecia deste livro, eu declaro: "Se alguém lhes fizer algum acréscimo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. E se alguém tirar algo das palavras do livro destar profecia, eus lhe tirará também a sua parte da árvore da Vida e da Cidade Santa que estão descritas neste livro!".

Trata-se de um esquema clássico, que constitui um modo de proteger o escrito sagrado contra eventuais falsificações (veja também Deuteronômio 4,2; 13,1; Provérbios 306 e Eclesiastes 3,14). No caso concreto de Apocalipse, se refere ao livro escrito por João, o último da Bíblia.

Portanto, como você terá entendido do parágrafo anterior, o autor está defendendo o seu próprio livro e não se trata de uma defesa integral da Bíblia, pois o conceito de "Bíblia" como um conjunto de livros, todos julgados como inspirados, nasceu mais tarde, depois que cada um dos autores escreveu. Em síntese, com certeza Paulo, quando escreveu suas cartas, não sabia que estava escrevendo um livro que seria colocado na Bíblia dos cristãos.

Muitas vezes a discussão de "tirar" e "colocar" coisas da Bíblia está ligada ao tema dos 7 livros que estão na Bíblia católica e não na protestante. Esse é um tema ainda mais complexo, pois tem a ver com a história da relação entre cristãos e judeus, um debate existente quando o cânon, a lista dos livros bíblicos não estava fixado e, posteriormente, com o conflito causado pela Reforma do século XVI, entre Lutero e o Concílio de Trento.

 

Bíblia é livro vivo

Se entendermos "acrescentar" como a possibilidade de inserir livros que atulamente não fazem parte da lista, como certos apócrifos, então sou categórico e defendo o cânon atual. Creio que não exista nenhum movimento que revendique tais pretenções. Invés, se falarmos de interpretações, tenho certeza que a Bíblia deve ser aplicada à nossa vida concreta, que é um livro vivo e não algo cheio de poeira, velho, escrito e morto. Com nossa própria leitura acrescentamos algo à Palavra de Deus, que se renova cada vez que um fiel toma em mãos suas páginas. Não tenha medo de ler, de questionar, de conversar com a Bíblia. Estude e deixe ela se encarnar em sua vida e você na dela. Acrescente a sua interpretação, ajudado pelo estudo, pela sua experiência de fé.

Se isso significa acrescentar algo à bíblia, então diria que estamos autorizados a fazê-lo.

1518 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook