Uma janela sobre o mundo bíblico

Jesus nos ensinou na oração do pai nosso "perdoa-nos as nossas dívidas" ou "perdoa-nos os nossos pecados"?



  • Pergunta de Daniel dos Santos, Campinas, SP
  • 2397
  • 16/12/2015
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Pai Nosso | Perdão | Dívida


Nos evangelhos temos duas versões do Pai Nosso. A primeira em Mateus 6,9-13 e depois em Lucas 11,1-4. A frase que você cita é diferente nas duas passagens. Mateus usa "dívidas" (em grego opheilēmata - versículo 12) e Lucas usa "pecado" (em grego hamartias - versículo 4): "perdoa-nos os nossos pecados\dívidas".

 

Por que essa diferença?

A diferença de fundo é que Mateus vê mais o aspecto jurídico enquanto que Lucas sublinha o aspecto espiritual, mesmo se o terceiro evangelho conserva também o aspecto jurídico quando na segunda parte da frase diz: "pois também nós perdoamos aos nossos devedores". Não existe uma razão específica, exceto o contexto de cada um dos evangelistas. Além do mais, não é uma diferença fundamental.

O cerne da mensagem, independente da índole jurídica ou espiritual, é o perdão. A mensagem bíblica revela como estamos sempre em dívida, enquanto que Romanos 13,8 nos convida: "Não devais nada a ninguém, a não ser o amor mútuo, pois quem ama o outro cumpriu a Lei".

Sabemos que é isso que Cristo pede na oração que nos ensinou, mas não nos é possível ter certeza se usou a palavra "dívida" ou "pecado".

2397 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook