Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual a passagem que é comum a todos os Sinóticos?



  • Pergunta de Rogerio Pfaffmann Diniz, São Joaquim da Barra - SP
  • 1252
  • 27/01/2016
Odalberto Domingos Casonatto

 Olá Rogério Pfaffmann Diniz de São Joaquim da Barra - SP!

A sua pergunta nos leva a um estudo muito interessante no Novo Testamento. O estudo da questão sinótica dos evangelhos.

Sabemos que os três primeiros evangelhos tem muitas semelhanças, e podem ser estudados comparando um texto com o outro. Tudo isto deu origem a várias teorias:

A mais aceita pelos estudiosos é a chamada teoria das 2 fontes, colocando como fonte original o evangelho de Marcos e a outra a dos ditos de Jesus.

Passagem comum nos três evangelhos Mateus, Lucas e Marcos encontramos nas chamadas Sinopses dos três primeiros evangelhos. Neste livro encontramos os tres evangelhos em colunas e os textos semelhantes podem ser observados comparados e estudados. Não é apenas um versículo são muitos. Deixo este estudo aberto para teu estudo. Coloco uma passagem como ilustração onde poderás ver as semelhanças e diferenças.

Versículo escolhido do texto a cura da sogra de Pedro: Mateus 8,14; Marcos 1,29 e Lucas 4,38-39 (Bíblia Almeida)

Mateus 8,14

“Tendo Jesus chegado a casa de Pedro, viu a sogra deste acamada e ardendo em febre

Marcos 1,29

29“E saindo eles da Sinagoga, foram. Com Tiago e João, diretamente para a casa de Simão e André. 30A sogra de Pedro estava acamada com febre: e logo falara m a respeito dela.”

Lucas 4,38-39

“38Deixando ele a sinagoga, foi para a casa de Simão. Ora a sogra de Simão achava-se enferma, com febre muito alta: e rogaram-lhe por ela”

O que é realmente comum aos três são as semelhanças de texto: Por exemplo: sogra de Pedro, febre, acamada.

Mas tem as diferenças que nos leva a outras compreensões.

Deixo estas ilustrações para que te animes e tentes fazer um estudo comparando os três sinóticos. Existem Sinopses dos três evangelhos que poderão facilitar-te.

Consulta:

KAYSER, ILSON, Sinopse dos três primeiros evangelhos, Sinodal, São Leopoldo, 1986, página 21.

 

 

1252 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook