Uma janela sobre o mundo bíblico

Os reis com nomes de Jeová como Jiré, Radar, Shalon dentre outros, mostram uma pluralidade da Divindade? Ou seja, existe um exército de Deuses, que agem como um só Deus?



  • Pergunta de José Nazareno Navarro Cordeiro , Ananindeua
  • 1146
  • 01/02/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Deuses |


Há muitos nomes bíblicos que recordam a raiz etimológica do nome divino YWHW ou também EL, outro nome para Deus. Isaías, por exemplo tem a raiz "Yah" e quer dizer "YHWH é salvação; Azarias é o mesmo que "Deus ajudou"; Elias significa "meu Deus é salvação". Abiel, por exemplo, significa "Deus é meu pai"; Daniel significa "Deus é meu juiz"; Ezequiel é "força de Deus"; Gabriel é "homem de Deus". Há nomes que até unem os dois vocábulos, como Joel, que significaria "YHWH é Deus".

A presença da palavra Deus nos nomes não significa que essas pessoas eram deuses, mas que a suas vidas eram permeadas pela ação divina.

A fé no Deus único é um dos elementos característicos da religião de Israel. Todavia, no mundo do Antigo Testamento existia provavelmente resquícios de um politeísmo, cujos traços podem ser verificados na própria bíblia ou também em restos arqueológicos. Há, por exemplo, uma pequena estátua encontrada com uma inscrição que diz:  “Yahweh e a sua Asherah” (veja aqui).

A fé em um único Deus foi uma caminhada, um processo de descobrimento, cujo ponto importante foi, sem dúvidas a reforma promovida pelo rei Josias, um pouco antes do Exílio em Babilônia, no tempo do profeta Isaías.

1146 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook