Uma janela sobre o mundo bíblico

Aonde encontro, no Antigo Testamento, a promessa que Deus fez a Abraão e a seu descendente?



  • Pergunta de Ana Amelia, Americana, SP
  • 2138
  • 02/02/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Abraão | Promessa |


A promessa de Deus a Abraão tem ao menos dois aspectos, a terra e a descendência.

 

Promessa da terra

  • Depois que sai da sua terra, a Abraão é prometida um grande extensão de terra: "levanta os olhos... Todo o pais que tu vês, daró à tua descendência para sempre" (veja Gênesis 13,3.14-17).
  • Gênesis 15,18: O Senhor fez essa aliança com Abraão: à tua descendência dou este país, do rio do Egito até o grande rio, o Rio Eufrates.
  • Gênesis 17,8: Darei à tua descendência depois de ti o país onde sei estrangeiro, todo o país de Canaãn como posse perene.

 

Descendência numerosa

  • Genesis 12,2: Farei de ti um grande povo e ti abençoarei... 
  • Gênesis 13,15: "Farei a tua descendência numerosa como a pó da terra: se é possível contar o pó da terra, poderá contar também a tua descendência
  • Gênesis 15,5: Olha o céu e conta as estrelas, se consegues... Tal será a tua descendência.

 

Cristo é a posteridade prometida a Abrão - Gálatas 3

Paulo, em Gálatas 3,16 diz:

Ora, as promessas foram asseguradas a Abraão e à sua descendência. Não diz "e as seus descendentes", como refereindo-se a muitos, mas como a um só: e à tua descendência, que é Cristo.

Em Gálatas 3 Paulo usa argumentos doutrinais para sustentar sua catequese, que se fundamenta sobre a doutrina da redenção pela morte e ressurreição de Cristo. Ele é o prometido do Antigo Testamento, é, no dizer de Paulo, a descendência prometida a Abraão. Digamos que Paulo força a interpretação, no sentido positivo, usando um termo coletivo (descendência), que em Gênesis significa muitos, mas que Paulo usa como se fosse um singular.

A passagem paralela se encontra em Gênesis 12,7:

O Senhor apareceu a Abrão e disse: "É à tua posteridade que eu darei esta terra".

Como dito, "posteridade", embora seja um termo coletivo, que inclui um grupo, pode ser usada também como um termo singular, aplicado a uma única pessoa, coisa que faz Paulo, aplicando-o a Cristo.

A palavra hebraica usada em Gênesis 12,7 é  לְזַ֨רְעֲךָ֔ (lə·zar·‘ă·ḵā, lendo literalmente "para descendência tua"). As ocorrências dessa palavra podem ser vistas em detalhes nesse link (em inglês). Paulo, que usa o grego, toma a palavra σπέρματι (spermati, no dativo singular), que pode ser traduzido como "semente". Veja aqui as 43 vezes que ocorre no Novo Testamento.

2138 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook