Uma janela sobre o mundo bíblico

Aonde encontro, no Antigo Testamento, a promessa que Deus fez a Abraão e a seu descendente?



  • Pergunta de Ana Amelia, Americana, SP
  • 2991
  • 02/02/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Abraão | Promessa |


A promessa de Deus a Abraão tem ao menos dois aspectos, a terra e a descendência.

 

Promessa da terra

  • Depois que sai da sua terra, a Abraão é prometida um grande extensão de terra: "levanta os olhos... Todo o pais que tu vês, daró à tua descendência para sempre" (veja Gênesis 13,3.14-17).
  • Gênesis 15,18: O Senhor fez essa aliança com Abraão: à tua descendência dou este país, do rio do Egito até o grande rio, o Rio Eufrates.
  • Gênesis 17,8: Darei à tua descendência depois de ti o país onde sei estrangeiro, todo o país de Canaãn como posse perene.

 

Descendência numerosa

  • Genesis 12,2: Farei de ti um grande povo e ti abençoarei... 
  • Gênesis 13,15: "Farei a tua descendência numerosa como a pó da terra: se é possível contar o pó da terra, poderá contar também a tua descendência
  • Gênesis 15,5: Olha o céu e conta as estrelas, se consegues... Tal será a tua descendência.

 

Cristo é a posteridade prometida a Abrão - Gálatas 3

Paulo, em Gálatas 3,16 diz:

Ora, as promessas foram asseguradas a Abraão e à sua descendência. Não diz "e as seus descendentes", como refereindo-se a muitos, mas como a um só: e à tua descendência, que é Cristo.

Em Gálatas 3 Paulo usa argumentos doutrinais para sustentar sua catequese, que se fundamenta sobre a doutrina da redenção pela morte e ressurreição de Cristo. Ele é o prometido do Antigo Testamento, é, no dizer de Paulo, a descendência prometida a Abraão. Digamos que Paulo força a interpretação, no sentido positivo, usando um termo coletivo (descendência), que em Gênesis significa muitos, mas que Paulo usa como se fosse um singular.

A passagem paralela se encontra em Gênesis 12,7:

O Senhor apareceu a Abrão e disse: "É à tua posteridade que eu darei esta terra".

Como dito, "posteridade", embora seja um termo coletivo, que inclui um grupo, pode ser usada também como um termo singular, aplicado a uma única pessoa, coisa que faz Paulo, aplicando-o a Cristo.

A palavra hebraica usada em Gênesis 12,7 é  לְזַ֨רְעֲךָ֔ (lə·zar·‘ă·ḵā, lendo literalmente "para descendência tua"). As ocorrências dessa palavra podem ser vistas em detalhes nesse link (em inglês). Paulo, que usa o grego, toma a palavra σπέρματι (spermati, no dativo singular), que pode ser traduzido como "semente". Veja aqui as 43 vezes que ocorre no Novo Testamento.

2991 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook