Uma janela sobre o mundo bíblico

Muro das Lamentações! Afinal, de que tanto se lamentam os Judeus diante deste muro? Não creio que seja em decorrência do assassinato do Filho de Deus, Jesus Cristo.



  • Pergunta de Severino Lima, Paulista - PE
  • 2159
  • 28/02/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Judaísmo |


Você tem razão: o que fazem os judeus no "Muro das Lamentações" não tem nada a ver com a morte de Cristo. É um lugar de oração, onde os seguidores do judaísmo se reúnem, celebram suas festas e fazem suas orações, principalmente no dia do sábado, que começa na sexta depois do pôr do sol. Tal muro é a única coisa que sobrou do templo que existia no período em que viveu Jesus, destruído cerca de 50 anos depois da morte de Cristo pelos romanos. O templo foi o centro da fé para os judeus, nossos irmãos maiores na fé, pois partilham conosco a fé no Deus que se revela no Antigo Testamento. O muro é, para eles, santo como era o Templo.

"Muro das Lamentações" é uma expressão errada, usada somente por pessoas que não são judeus. Eles, invés, chamam tal muro de "Muro Ocidental".

O termo "lamentações" deriva, primeiro de tudo, do fato que o templo foi destruído e isso representa uma tragédia para o judaísmo, um modivo de choro, de lamentação. Outra razão pode ser encontrada na maneira usada pelos judeus para rezar. De fato, enquanto rezam fazem gestos e demonstram uma expressão de "lamentação".

Em relação à morte de Cristo, sabemos já através dos evangelhos, que a sua condenação não deve ser atribuída a um povo em geral. Essa identificação causou muita desgraça na história da humanidade. Tal visão, graças a Deus, foi superada e nós devemos ver os judeus como nossos irmãos maiores na fé.

2159 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook