Uma janela sobre o mundo bíblico

O que é Gnosticismo?



  • Pergunta de Daniel, Passo Fundo - Rs
  • 2287
  • 21/03/2016
Odalberto Domingos Casonatto

Olá Daniel de Passo Fundo - Rs!

O evangelho de Jesus, começa ser mal interpretado com outras formas de entendimento a partir do momento em que entra em contato com a cultura e a filosofia grega. A filosofia grega de linha gnóstica, era seguida por grande número de pessoas que viviam no ambiente de cultura grega.

Assim verdades cristãs, passar forçadamente a serem interpretadas com o pensamento da filosofia gnóstica. Ou seja entender os fatos apenas com a capacidade intelectiva, “com a gnose = conhecimento”ou chegar até Deus apenas pelo conhecimento.

No evangelho de João este fato se torna mais iminente. Grupos de novos convertidos ao evangelho trazem juntos o pensamento antigo que povoavam sua compreensão das realidades do mundo e de Deus.

Assim o evangelho de Jesus entra em contato com o mundo judaico, o mundo grego romano, a filosófica gnóstica etc. No final desta caminhada de compreensão do evangelho de Jesus, formou-se a comunidade joanina, que aceitou Jesus como verdadeiro filho de Deus. O evangelho de João é para esta comunidade, mostrando a verdadeira compreensão da proposta de Jesus.

Os que se separaram da comunidade tenderam parao gnosticismo, (chegar ao conhecimento de Jesus o filho de Deus apenas pelo intelecto), o montanismo (possuíam o paráclito em suas vidas) e o docetismo (um Jesus apenas divino sem participação humana).

O que seria então o gnosticismo?

Surgindo no ambiente da cultura grega, era um dos movimentos filosóficos-religiosos que se defronta com o mundo pré-cristão. A origem do gnosticismo vem do sincretismo com outras culturas em especial da iraniana e da Mesopotâmia, juntadas a tradição oculta do judaísmo.

Formas de gnosticismo.

a)      Gnosticismo judeu: Cresceu no seio da pratica da cabala judaica e de elementos vindos do “Jasidim”. Pouco se acredita que tenha influência bíblica em seus escritos.

b)      Gnosticismo cristão: Houve tentativas durante a evangelização do mundo grego romano, o surgimento de um gnosticismo cristão, mas entrou em choque com as doutrinas do Novo Testamento e os grupos mais radicais formaram seitas e se separaram.

Doutrinas do Novo Testamento não aceitas pelo gnosticismo:

A encarnação de Jesus.

A Ressurreição de Jesus

Negação de alguns livros do Antigo Testamento e inclusão de literatura gnóstica.

Consulta:

BROWN, R., A Comunidade do discípulo amado, Nova coleção Bíblica n° 17, Paulinas, São Paulo 1984.

CASONATTO, ODALBERTO DOMINGOS, Em busca de chave de leitura do Evangelho e das Cartas do apóstolo João, em Caminhando com o Itepa, Passo Fundo, Ano IX, n 35, Nov. 1994, pág. 23-32.

2287 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook