Uma janela sobre o mundo bíblico

Bíblia Sagrada, alimento para a vida



Luiz da Rosa

Leia mais sobre Bibliografia bíblica |


Com o objetivo de estimular uma reflexão profunda sobre os benefícios proporcionados pelo Livro Sagrado, a campanha da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) pretende ressaltar que a Bíblia é “fonte de valores éticos, culturais e espirituais, e um verdadeiro manual para a vida, e que, por isso, deve estar disponível a todas as pessoas", diz o secretário de Comunicação Social da entidade e coordenador da campanha, Erní Seibert.

A campanha Bíblia Sagrada: Alimento para a Vida pretende estimular cristãos de todo o país a contribuir para que esse pão espiritual também esteja acessível aos que não tiveram a oportunidade ou condições de recebê-lo. "Queremos sensibilizar as pessoas a doarem recursos financeiros que nos permitam distribuir Escrituras a diferentes segmentos da população que se encontram em situação de risco social e, portanto, não têm como obter os ensinamentos sagrados sem a nossa ajuda”, explica Seibert.

O lema da campanha é o versículo que diz que “o ser humano não vive só de pão” (Mateus 4.4). Segundo os organizadores, “não se trata de tirar a importância do pão físico. Não há dúvidas de que ele é indispensável para a vida humana. O que queremos transmitir é que há outro pão, a Palavra de Deus, que também nos alimenta. E todo ser humano precisa desses dois tipos de pães”. Para alcançar todo o país, foram produzidos 97 mil cartazes, 30 mil envelopes para contribuições e 12 mil adesivos alusivos às celebrações do Dia da Bíblia. Além disso, serão organizadas celebrações regionais e atividades que contribuam para a união de todos os cristãos em torno do Livro Sagrado, como o passeio ciclístico Pedalando por Bíblias, programado para 10 de dezembro, em São Paulo (SP).

A campanha aproveita a data do Dia da Bíblia, que os cristãos evangélicos celebram no segundo domingo de dezembro. Esse dia é uma tradição de quase 500 anos. Foi criado em 1549, na Grã-Bretanha, pelo Bispo Cranmer, que incluiu no livro de orações do Rei Eduardo VI, um dia especial para que a população intercedesse em favor da leitura da Bíblia. No Brasil, a data começou a ser celebrada em 1850, quando chegaram da Europa e EUA os primeiros missionários evangélicos. Porém, a primeira manifestação pública aconteceu com a fundação da Sociedade Bíblica do Brasil, em 1948, no Monumento do Ipiranga, em São Paulo (SP). De lá para cá, as celebrações se intensificaram e se diversificaram. Hoje, é comum a programação de atividades ao longo da semana que antecede o segundo domingo de dezembro. Realização de cultos especiais, carreatas, apresentações musicais, maratonas de leitura bíblica, exposições, construção de monumentos e distribuição maciça de Escrituras são algumas das formas dos cristãos agradecerem a Deus esse alimento para a vida. Para saber mais detalhes sobre esse dia, click aqui

Os católicos celebram o dia da Bíblia no mês de stembro, que é considerado o mês da Bíblia, exatamente no dia de São Jerônimo, 30 de setembro. São Jerônimo traduziu a Bíblia dos originais para o latim, a tradução chamada Vulgata.

2494 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook