Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber como devo orar a Deus, pois não sei se o faço corretamente. Às vezes fico repetindo a mesma coisa...



  • Pergunta de Antonio Vieira de Sousa, Cidade Ocidental, GO
  • 2562
  • 14/04/2016
Ivete Holthmam

Leia mais sobre Oração |


E vemos que esta pergunta é colocada também no Novo Testamento, os discípulos pedem a Jesus uma orientação para orar.

"Agora aconteceu que, estando ele a orar num certo lugar, quando acabou, um dos seus discípulos disse-lhe: 'Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos'" (Lucas 11,1).

Neste texto vemos claramente que a oração é algo que deve ser aprendida, não nasce conosco. Podemos ter uma certa predisposição, uns mais outros menos, mas é necessário aprender.

Jesus ensinou seus discípulos a orar o "Pai Nosso" (Mateus 6,6). Nesta oração vemos um resumo de como devemos orar a Deus.

1. Na primeira parte reconhecemos que Deus é Pai e pai não só meu, ele é nosso, de todos. Logo em seguida devemos santificar o nome de Deus. Santificar pode ser entendido no sentido de dar gloria a Ele, mas também no sentido de santificar a Deus em nossas ações, em nossa vida.

2. Logo em seguida pedimos que seu Reino venha a nós, ou seja, que Ele seja nosso Rei, que não haja outro deus em nossa vida.

3. Se Ele é meu Rei, então, que seja feita a Vontade Dele e não a minha.

4. Na segunda parte começamos a pedir o necessário para nossa vida física e de relacionamentos com as pessoas. Em primeiro lugar pedimos o “pão de cada dia”. No ‘pão’ está contido tudo de que necessitamos materialmente para viver.

5. “Perdoai as nossas ofensas”, ou seja, ensina-nos a viver bem com os demais, perdoando e sendo perdoados.

6. Depois, “não nos deixes cair em tentação”, ou seja, faz com que vivamos uma vida equilibrada.

7. E por fim, livra-nos do mal.

Compreendemos assim, que nestas poucas palavras estão condensados todos os elementos da nossa comunicação com Deus, ou daquilo que necessitamos na nossa existência nesta terra.

O “Pai Nosso” é um modelo de oração, dizemos que é o mais perfeito porque engloba todos os aspectos da existência humana. No entanto, há outros modos de orar.

A Bíblia nos apresenta 150 Salmos, que são orações sobre vários momentos da vida dos israelitas: salmos de pedido, agradecimento, na hora do sofrimento, da perseguição, de pedido de perdão, etc. São orações que podemos repetir continuamente e sempre vamos nos ver refletidos em versículos ou até mesmo na totalidade do Salmo.

Além desses, podemos criar nosso modo de orar, expressando nossa vida a Deus, nossas necessidades, nossos desejos, nosso agradecimento, etc

Três aspectos são essenciais na oração, primeiro que podemos orar sempre e em todos os lugares: no quarto, na rua, no trabalho, no ônibus, etc. Orar é dirigir nosso pensamento para Aquele que nos criou. Orar está muito ligado à intenção. Segundo que devemos orar sempre no plural, ou seja, uma oração nunca deve ser só para mim. Terceiro, rezar pelas necessidades dos outros. Diz um comentário de Rashi que, quando rezamos pelos outros, nossas necessidades se realizam primeiro.

Finalmente, gostaria de acrescentar que, quanto mais nos acostumamos a entrar em contato com Ele, nosso Criador, mas amadurece nosso modo de orar e ao mesmo tempo de compreender quem somos diante Dele.

2562 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook