Uma janela sobre o mundo bíblico

"O outro discípulo". Porque o evangelista não cita o nome de João em Jo 20,1-9? Será que tinha medo de se expor à ocorrência do sumiço do corpo de Jesus?



  • Pergunta de Heliane Venina Gouveia Floriano , São Paulo - SP
  • 1362
  • 16/05/2016
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre João |


Olá Heliane Venina Gouveia Floriano de São Paulo!

A resposta para o outro discípulo”, não vem por aquilo que imagines que seja, o medo do sumiço do corpo de Jesus.

Os comentários do evangelho de João interpretam este texto de 20,1-9 contracenando a figura do apóstolo Pedro e João. Este por ser o autor do evangelho prefere não citar seu nome, ele fala em “o outro discípulo” isto acontece em outras passagens.

O evangelista João tratado como “o outro discípulo” tem em mente claramente as dificuldades de Pedro em crer na pessoa de Jesus, logo em seguida vem o fato conclusivo do evangelho (capítulo 21 – o epílogo) na pergunta de Jesus ressuscitado a Pedro. Jesus pergunta a Pedro "tu me amas", três vezes consecutivas, lembrando suas três negações as servas que estavam na porta da sala do julgamento de Jesus. Pedro ali afirmava as perguntas das servas, não... não conheço, este Jesus, nunca vi tal pessoa. E o galo cantou três vezes.

A escrava continua mas és Galileu tem sotaque de galileu como não conheces Jesus. Ele continua dizendo a serva nunca ouvi falar de tal pessoa.

O fato de João chegar primeiro ao tumulo de Jesus demostra que sua fé e entusiasmo estava muito mais além da fé de Pedro. Ele ouviu a notícia e nada mais o segurou foi em louca disparada para o lugar indicado. Pedro foi devagar, como suas dúvidas o desafiando. Será verdade?

João com respeito a Pedro esperou que ele chegasse ao tumulo para entrar, Pedro embora entrasse por primeiro teve dificuldade de ver os sinais de Jesus deixados com a ressurreição. Para João não haveria nem menos a necessidade de entrar, ele já tinha certeza do acontecido.

Deste belo texto poderíamos ainda muitas outras conclusões chegar. Desde o Jardim que estava a sepultura, que acenava para a vida e não a morte. As contraposições entre a ressurreição de Jesus e Lázaro etc... É conteúdo para mais uma resposta...

1362 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook