Uma janela sobre o mundo bíblico

Descoberto sigilo babilônio duma família israelita



Leia mais sobre Arqueologia |


Nas escavações que estão sendo realizadas na zona da Cidade de Davi, em Jerusalém, foi encontrado um sigilo de pedra com o nome de uma das famílias que trabalhava no Templo, que foi exilada em Babilônia e em seguida voltou para Israel. O, que tem 2.500 anos, traz gravado o nome “Temach”. A história da família Temach é mencionada no livro de Neemias (7,6.46-56).

Secundo a arqueólogo Eilat Mazar, a peça teria sido comprada em Babilônia, na época do exílio dos hebreus, depois da deportação promovida por Nabucodonosor.

Além do nome da família, o sigilo, que mede 2,1 por 1,8 centímetros, traz uma cena de culto, na qual dois sacerdotes, com barba comprida, estão em pé, ao lado do altar, para oferecer incenso, com as mãos elevadas. Sobre o altar existe uma meia lua, que o símbolo do deus Sin, divindade da Babilônia. Abaixo de tal cena está as 3 letras do nome Temach (em hebraico não se escrevem as vogais).

O local do achado é próximo à explanada do templo, onde, nos tempos de Neemias, viviam os “Nethinim”, ou seja, as pessoas encarregadas dos diversos trabalhos no Templo.

1500 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook