Uma janela sobre o mundo bíblico

Se Jó era do tempo de Moisés (como dizem), o seu livro seria um dos primeiros livros da Bíblia, certo?



  • Pergunta de Higor Gabriel, São Paulo
  • 1684
  • 09/10/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre | Sabedoria |


Não é assim: Jó não é do tempo de Moisés e nem o livro que leva seu nome é um dos primeiros da Bíblia.

O livro contra a história de Jó, um servo de Deus que vivia rico e feliz. Deus permitiu que fosse tentado por Satanás para ver se ele continuaria fiel na desgraça. Tendo ficado pobre, doente e abandonado, não dá ouvidos a quem lhe pedia para amaldiçoar a Deus. Tem momentos de crise e aflição moral. Apesar disso professa continuamente a sua fé, dizendo que o ser humano não pode julgar a Deus, que é infinitamente sábio e todo poderoso.

 

O personagem principal do drama contado no livro é mencionado em outros livros bíblicos e parece um heroi dos tempos antigos, como diz Ezequiel 14,14.20), que teria vivido na época dos patriarcas, na fronteria entre a Arábia e Edom, lugar em que eram famosos os sábios (veja Jeremias 49,7). Do mesmo local vêm os três amigos de Jó. Era considerado um grande justo, que permanceu fiel a Deus em uma provação excepcional.

O autor do livro, que não é Jó, serviu-se simplesmente desse personagem para enquadrar sua e obra. É muito normal para os autores dos livros da Bíblia tomar o nome de um personagem famoso e se passar por ele, para que o livro ganhe autoridade.

 

Data do livro

Na Bíblia existe um conjunto de livros chamados "sapienciais": Jó, Provérbios, Qoelet (Eclesiastes), Eclesiástico e Sabedoria (os dois últimos só na Bíblia Católica). A sabedoria como literatura floresceu em toda a região do Oriente Próximo, desde o Egito até a Mesopotâmia. E as obras sapienciais bíblicas se parecem com aquelas dos vizinhos. De fato, não colocam tanto o acento na caminhada e história do povo de Israel, mas no destino do indivíduo, como fazem seus "colegas" orientais.

Nós não sabemos quem é o autor desse livro. Trata-se de um israelita, que conhece bem as obras dos profetas e também os ensinamentos dos sábios. Embora vivesse na Palestina, deve ter sido alguém que viajava.

Sobre a data, é possível fazer só conjecturas. O tom patriarcal pode levar a pensar que seja antigo e por isso alguns pensaram que tinha a ver com Moisés. Mas isso não pode ter sido assim, pois o livro tem evidentes contatos com Ezequiel e Jeremias com relação à expressão e pensamento. Além disso, linguisticamente, há muitos indícios de aramaico. Essas constatações nos levam a apensar que tenha sido composto na época posterior ao Exílio, quando não se preocupa mais com o futuro de Israel, mas com aquele de cada fiel a Deus. A data mais comum indicada é o início do V século, 500 anos antes de Cristo.

1684 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook