Uma janela sobre o mundo bíblico

Quem libertou o povo hebreu do cativeiro? Quem governou o Egito? E quem era o líder chamado amigo de Deus?



  • Pergunta de Rebeka Freitas Rodrigues Supriano, Fortaleza
  • 1620
  • 26/11/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Moisés | Josias |


São três perguntas, que respondo de maneira muito rápida.

 

Libertação dos hebreus

Moisés foi o protagonista da libertação do povo hebreu, que era escravo no Egito. Toda a saga é contada pelo livro do Êxodo, o segundo livro da Bíblia.

O povo de Israel entrou no Egito graças à influência de José, filho de Jacó. Foram bem acolhidos, quando em Israel passavam fome. Todavia, com o passar do tempo, as gerações seguintes dos hebreus foram escravizadas e sofriam nas mãos dos egípcios.

 

Quem governou o Egito?

2. Os faraós eram os "governantes" do Egito. Eram como reis e ao mesmo tempo deuses. Veja detalhes sobre eles na Wikipédia. É provável que no tempo que Moisés libertou o povo hebreu, o faraó que estava no poder fosse Ramses II. Mas não há certeza sobre isso. Sabemos que quem o savou das águas do Nilo foi uma "filha do Faraó", como diz Êxodo 2,5.

 

Quem era o líder chamado amigo de Deus?

O último rei muito bem visto na Bíblia é Josias, que terminou seu reinado no ano 609. A visão positiva em relação a ele se deve especialmente à Reforma Religiosa que ele protagonizou, a partir de 621 antes de Cristo. Tudo é contado em 2Crônicas 34. (veja também 2Reis 22-23). De maneira muito resumida e quase polêmica, poderíamos dizer que foi o responsável pela implementação do monoteísmo em Israel, em um período em que se praticava o culto a diferentes deuses no território da Palestina, embora prevalecesse aquele a Iahweh, principalmente em Jerusalém.

Começou a governar quando tinha 8 anos. 18 anos mais tarde começou a reforma do Templo de Salomão. Nessa reforma foi encontrado o "Livro da Lei", pelo sacerdote Helcias. Quando Josias ouviu o que estava escrito nesse livro, a Lei de Iahweh transmitida por Moisés, ficou consciente que a vontade divina não era mais seguida em Israel. Por isso fez um pacto com a população para que todos vivessem de acordo com a aliança de Deus.

Parece que até aquele momento, vários lugares de culto coexistiam ao lado do templo de Jerusalém. Josias, invés, quis e conseguiu centralizar tudo no Templo de Salomão, em Jerusalém, destruindo todas as outras expressões de culto espalhadas pelo território.

De Josias se diz que "fez o que é agradável aos olhos de Iahweh e imitou em tudo a conduta d seu antepassado Davi, sem se desviar para a direita nem para a esquerda" (2Reis 22,2).

Um juízo assim positivo é dito também de outros personagens bíblicos. Noé, por exemplo, era um "homem justo, íntegro entre seus contemporâneos" (Gênesis 6,9). Também de Jó se diz que era um "homem íntegro e reto, que temia a Deus e se afastava do mal" (Jó 1,1).

1620 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook