Uma janela sobre o mundo bíblico

Quantos pedidos podemos fazer a Deus?



  • Pergunta de Alan Robert Guiraldino, Matão, SP
  • 1568
  • 13/12/2016
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Oração |


Podemos tomar o texto de Lucas 11, o mesmo que ensina como rezar, que nos transmite o Pai-Nosso:

E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á;
Porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate abrir-se-lhe-á.
E qual o pai de entre vós que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?
Ou, também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião?
Pois se vós, sendo maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais dará o Pai celestial o Espírito Santo àqueles que lho pedirem?
 (Lucas 11,9-13)

Esse texto deixa transparecer dois aspectos. Um é que nós cristãos podemos nos aproximar de Deus com nossas aflições, com nossas dificuldades, com nossos "pedidos" sem medo, com confiança, com a certeza que vamos encontrar sempre um pai que escuta com amor. Não tem um limite, pois Deus nos escuta sempre e a sua paciência é sem limite.

Outro ensinamento que nos é dado se encontra no final do texto que citei: a quem pede, Deus dá o Espírito Santo. Essa resposta como fruto da oração é muito importante ser entendida. Às vezes pensamos que Deus resolve os nossos problemas, de maneira material: estamos na miséria e Ele nos procura e dá o dinheiro; estamos doentes e ele traz a saúde. Infelizmente não é assim! Quanta gente, muito fiel e constante na oração, morre com doenças? Quantos podres existem que são muito assíduos na oração? Sabemos bem que Deus não faz distinção, manda a chuva sobre bons e maus... Então por que "atente" a uns e a outros não? A resposta é muito simples: Deus não dá coisas materiais, mas dá, a quem pede, o Espírito Santo. Podemos ter certeza que quem sofre uma doença e tem Deus no coração, vive esse sofrimento de maneira diferente daquele que não tem fé. Toda desgraça é encarada de forma diferente por alguém que crê e por alguém que não reza. Essa diferença é caracterizada pela presença do Espírito Santo.

Portanto, quando pedir a Deus, saiba que ele lhe dará o Espírito Santo, que lhe iluminará e, oxalá, você consiga encontrar a estrada para se libertar da necessidade que está vivendo. É só você que pode fazê-lo, iluminado, é claro, pelo Espírito, que é dom de Deus.

Não pense em Deus como um supermercado, ao qual você vai com um tanto de moeda, que lhe dá direito a certas mercadorias. Deus está sempre presente e não pede dinheiro. É necessário ver se nós nos unimos a Ele. Essa união acontece através da oração.

1568 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook