Uma janela sobre o mundo bíblico

Encontradas colméias de 3000 anos



Luiz da Rosa

Leia mais sobre Arqueologia |


Foi descoberto, na colina de Tel Rehov, no norte de Israel, um centro de apicultura, que seria do tempo dos reis Davi e Salomão. Parece serem os restos arqueológicos mais antigos que testemunham o trabalho com as abelhas e a produção de mel. Embora no Egito exista uma representação artísitica, feita há 4.500 anos, onde aparecem homens que recolhem favos, separando o mel da cera.

Na Bíblia não se menciona a apicultura como atividade para a produção do mel, pois alguns dizem que o mel era tirado dos figos e dáctares. Talvez a descoberta mude essa tese, pois, segundo os espertos a presença dessa colméia significa que o mel era produzido em Israel por abelhas.

No local foram descobertos 25 cilindros onde eram depositados os favos. Cada colméia media 80 centímetros de cumprimento e 40 de diâmetro. As colméias estavam dentro de um recindofeito com tijolos, que foi destruído por um incêndio. O número de colméia presentes neste local era entre 75 e 200, com mais de um milhão de abelhas e uma produção anual de cerca de 500 quilos de mel e 70 de cera. Tal estrutura podia ser conduzida somente por alguém de muita influência.

No local foram encontrados também restos arqueológicos que testemunham a presença de ambiente dedicado ao culto propiciatório para a produção do mel. Foram encontrados altares de argila onde estão representadas figuras de duas divindades femininas, ao lado de uma árvore.

2030 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook