Uma janela sobre o mundo bíblico

Qual é a principal diferença entre o Antigo e Novo Testamento? O primeiro foi antes de Jesus e o segundo é após sua morte? E a igreja utiliza os dois?



  • Pergunta de Maria Janaína, São Carlos - SP
  • 3612
  • 15/03/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Bíblia |


Olá Maria Janaina de São Carlos - SP!

A pergunta que diriges para o Portal, são as primeiras que surgem para todo aqueles que são motivados por Deus para ler a sua palavra. Tudo tem início da forma que estas fazendo. Buscando esclarecimento com pessoas a respeito da verdade que a Bíblia nos apresenta.

A Bíblia Sagrada que tens oportunidade agora de ter em suas mãos e com calma ler e meditar, está dividida em duas partes. Antigo Testamento que abrange a grande parte dos escritos bíblicos, em torno de 4/5 e o Novo Testamento. Isto vale tanto para a Bíblia católica como a Bíblia protestante.

Se olharmos a Bíblia Judaica encontramos só a parte do Antigo Testamento, sem a divisão que conhecemos em Antigo e Novo Testamento.

Quando falamos em testamento, isto não quer se referir ao legado deixado por Moisés e renovado ou restabelecido por Jesus Cristo.

Para os judeus a única aliança valida foi selada por Deus e o povo de Israel sendo uma só. Os judeus não incluem a Nova Aliança cumprida por Jesus Cristo.

Respondendo o final de sua pergunta se a Igreja católica utiliza os dois testamentos, podemos afirmar que sim. A teologia bíblica católica utiliza os dois testamentos, como obras de fundamental importância para entender o caminho da salvação.

Um exemplo deixo ainda para complementar, a primeira parte das celebrações católicas se chama Liturgia da Palavra. Nesta liturgia da palavra, sempre são lidos textos do Antigo Testamentos que abalizam os textos do Novo Testamento.

- Lembro ainda que no texto do Novo Testamento encontramos centenas de citações do Novo Testamento. Eles eram utilizados para abrir a mente e a compreensão dos ouvintes daquele tempo na maioria judeus e conhecedores do texto do Antigo Testamento.

 

Consulta:

KONINGS, JOHAN, A Bíblia, sua história e leitura uma introdução, coleção religião e saber 2, Vozes, Petrópolis, 1992.

3612 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook