Uma janela sobre o mundo bíblico

Fragmentos de Neemias em Qumran



Leia mais sobre Qumrãn |


O fragmento contém o texto de Neemias 3,14-15 e é datado entre o fim do primeiro século antes de Cristo e a primeira década do I século depois de Cristo. O tipo do texto é Proto-Massorético e contém uma palavra que aparece também na LXX, em grego: “e os seus filhos”. Quem possuía o fragmento desde a década de 60, diz que ele vem da gruta IV de Qumran. O texto é muito parecido com 4Q117, texto de Esdras, mas vários detalhes mostram que não pertence ao mesmo rótulo.

Se este texto vem de Qumran, é a única cópia de Neemias encontrada nas grutas do local. Os estudiosos dizem que visto que havia uma cópia de Esdras, provavelmente devemos supor a existência do texto de neemias, visto que os dois livros normalmente aparecem no mesmo rótulo, unitos.

A tradução do texto é a seguinte:
3,14: Malchijah, filho de Rechab, chefe da metade do distrito de Beth-haccherem, reformou a Porta do Esterco. E recebeu a ajuda dos seus filhos; e ergueu as suas portas e o suas fechaduras, as suas trancas.
3,15: E a Porta da Fonte Shallum, filho de Colhozeh, chefe da metade do distrito de Mizpah, reabriu. Ele a construiu e a reformou, e erigiu as suas portas, e as suas fechaduras e as suas trancas, assim como os muros da piscina de Shelah para o jardim do rei até os degraus que descem da piscina de Davi.

A diferença com o texto hebraico que possuímos está sinalizada em itálico. As diferenças comprovam a teoria de alguns críticos literários que diziam que algumas palavras se perderam durante as transcrições do texto feitas pelos escribas.

1744 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook