Uma janela sobre o mundo bíblico

Após traduzirem a septuaginta o que aconteceu com os escritos em hebraicos, pois devido ao confronto após o crescimento do cristianismo, surgiram novos manuscritos em hebraicos?



  • Pergunta de Antônio Diogenes, Aracaju - SE
  • 783
  • 24/04/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Bíblia |


Olá Antônio Diógenes!

Os livros do Antigo Testamento, que estavam escritos em hebraico, com o advento da helenizarão no Oriente médio, imposto pelo Império de Alexandre o Grande, passaram a serem difíceis para serem lidos por parte dos judeus. Devido a influência do helenismo e da língua grega, os judeus passaram a falar o grego, e o grego comandava o mundo dos negócios em que os judeus eram ativos. Devido a esta influência do grego e o afastamento do hebraico bíblico, aconteceu a tradução da bíblia hebraica para o grego, para ser melhor entendida, lida e rezada.

Tudo isto aconteceu na aproximação da era cristã os últimos 200 anos na época de Alexandre o Grade.

Sua pergunta é o que aconteceu com o texto hebraico.

O texto hebraico continuou presente no Templo de Jerusalém, o hebraico era língua sagrada, e não falada pelo povo, e nas sinagogas.

Com a destruição do Templo de Jerusalém no ano de 70 d.C., a atividade religiosa do judaísmo passou para as sinagogas, não mais conforme a hierarquia do Templo (Sumo-sacerdote, sacerdotes, levitas etc.) mas para os fariseus (conheciam a lei judaica e reorganizaram o judaismo) e começaram a requerer a volta do hebraico nas leituras bíblicas nas Sinagogas e a expulsão da sinagoga dos que eram simpáticos ao cristianismo.

O texto bíblico dos Judeus permaneceu igual, sem acréscimos, de livros ou textos, depois que aconteceu a destruição de Jerusalém e os Judeus foram espalhados pelo império Romano. 

783 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook