Uma janela sobre o mundo bíblico

O que Jesus quis dizer ao escrever na areia no julgamento da mulher adúltera narrada em João 8?



  • Pergunta de Fernando Y. Kanizawa, Goiânia - GO
  • 2098
  • 28/06/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Mulher adultera |


Olá Fernando Y. Kanizawa de Goiânia - GO!

O texto assim se apresenta em Jo 8,7 -10:

7 Como persistissem em interrogá-lo, erguendo-se e lhes disse:  “Quem dentre vós que não tem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra!” 8 E inclinando-se de novo, escrevia na terra. 9 Eles, porém, ouvindo isto, saíram, um após outro, a começar pelos mais velhos. Ele ficou sozinho e a mulher permanecia lá, no meio.” (João 8,8-10) Bíblia de Jerusalém.

Este episódio que o evangelista João descreve, mostra como eram os costumes entre os judeus. Aqueles que testemunhavam uma pessoa pelo mal cometido e este pecado a levasse ao apedrejamento, seriam os primeiros a atirar as pedras na vítima do pecado.

Este fato não quer dizer que Jesus afirme que para um juiz decretar uma sentença e castigar legitimamente alguém, ele juiz deva estar livre dos pecados.

Jesus quer dizer aos acusadores desta mulher, que eles tendo seus pecados postos as claras, deixassem livre a mulher. O fato de Jesus escrever na areia os pecados ocultos que cometeram pudessem se envergonhar e deixando o orgulho de julgadores sem efeito.

Jesus agindo desta forma deixou livre a mulher das mãos de seus acusadores os fariseus e escribas. E os deixou sem pretexto algum para acusá-lo.

2098 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook