Uma janela sobre o mundo bíblico

Disseram que Jesus instituiu o sacerdócio na última ceia e que por só estarem homens presentes, o sacerdócio ordenado ficou vedado para sempre, por decreto divino, às mulheres. Isto é verdade?



  • Pergunta de Júlio, Sintra / Portugal
  • 890
  • 29/06/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Última ceia | Sacerdotes |


Olá Júlio de Sintra - Portugal!

De fato a compreensão do sacerdócio feminino, nos dias atuais é polo de controvérsia muito acentuado.

A participação da mulher nas últimas décadas na vida social e de trabalho foi rápida e acelerada.

Sabemos que ainda existem barreiras que conhecemos.

A sua pergunta afirma a negação do sacerdócio feminino as mulheres, devido a ausência delas na última ceia de Jesus. Naquela sala ceando com Jesus estão seus discípulos, todos homens.

A compreensão razoável a este impasse passaria por essa premissa que na época de Jesus a sociedade era patriarcal, e a mulher tinha pouca participação ou mesmo nula. Seria na época de Jesus inconcebível uma mulher ser, por exemplo, sumo-sacerdote, na religião judaica.

Este modo de pensar “em forma patriarcal” era consagrado e permaneceu até os tempos atuais. Basta dizer que somente há poucos anos a mulher conseguiu direito ao voto, ao trabalho bem remunerado etc.

Conclusão: Pensar que mulher não pode exercer o sacerdócio, porque não estava presente na última ceia, carece de fundamento bíblico. O texto da última ceia em nenhum momento fala disto.

Jesus em suas ações e atitudes, inicia uma abertura a participação feminina no serviço religioso. Ele tinha discípulas que o seguiam, com seu trabalho e seus bens.

890 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook