Infelizmente não posso seguir essa novela e por isso não consigo entrar no mérito da questão. De maneira genérica, já dei algumas pistas de como seguir as novelas oferecidas pelos canais de televisão, que recordo aqui de maneira abreviada. Se você quer fazer um confronto entre o que assiste e aquilo que está na Bíblia, a coisa melhor é tomar as páginas inerentes ao tema tratado e ler o que a Bíblia diz. O que não está nas páginas bíblicas é uma meneira que o autor televisivo encontra para segurar o público. Os recursos tradicionais usados para captar a atenção do telespectador estão ligados sobretudo à vida privada das pessoas citadas pela Bíblia, às questões sentimentais e outras esferas da vida. Tudo isso normalmente não aparece na Bíblia, que dá pouquíssimas informações sobre so personagens e dificilmente entra na esfera das "fofocas". Quando na trama da novela você vê "namoro", sentimentalismos, tenha certeza que não tem nada a ver com a Bíblia, mas apenas com a lógica clássica desse estilo de programa. Abra a sua bíblia e faça você mesmo o confronto. A única coisa positiva da novela é trazer para o cenário moderno o tema bíblico, mas infelizmente, muitas vezes o foco televisivo não coincide com o foco bíblico.

 

Lúcifer

Entrando no tema que levou você a fazer essa pergunta, a primeira coisa a ser dita é que esse termo nunca aparece na Bíblia. O seu uso deriva meramente da tradição tanto rabínica quanto patrística. É um nome classicamente atribuído a Satanás. Mas a sua etimologia desinga simplesmente "aquele que traz luz" (lucifer, em latim, e fosforos, em grego).

O grande "culpado" por esse nome, no mundo cristão, é o texto latim da Bíblia. De fato, Gerônimo que traduziu a Bíblia em latim, a Vulgata, para uma passagem de Isaías usou esse termo. Tratase do texto no qual o profeta fala da queda do rei da Babilônia, evento que é visto de maneira irônica por Isaías. Os padres da Igreja consideraram a ligação da Babilônica com o reino do pecado, da idolatria e da perdição, nascendo assim a identificação com o satanás de Jó e dos Evangelhos.

O texto em questão é Isaías 14,12, cujo original diz:

Como caíste do céu,
ó estrela d'alva, filho da aurora!
Como foste atirado à terra,
vencedor das nações!

A expressão "estrela d'alva", em latim de Gerônimo se tornou "Lúcifer" e daí derivou toda a tradição que chegou até nós. O texto em latim diz:

Quomodo cecidisti de caelo, lucifer, fili aurorae? Deiectus es in terram, qui deiciebas gentes

 

Diante dessa explicação, você pode concluir como a apresenteção de Lúcifer que, segundo a dedução que faço da sua pergunta, fez a novela não tem nada a ver com a Bíblia.